Aljamain Sterling e Petr Yan criticam confirmação de ‘Henry Cejudo x José Aldo’

Representantes da elite dos galos discordam de decisão da organização em escalar brasileiro para a disputa de título, em maio

A. Sterling (foto) critica confirmação de ‘Aldo x Cejudo’. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A notícia de que Henry Cejudo e José Aldo irão realizar a luta principal do UFC 250, que acontece em 9 de maio, na cidade de São Paulo, não agradou a todos os representantes do Ultimate. Dois atletas da elite da divisão dos galos (até 65,7kg.) fizeram questão de manifestar o descontentamento com a decisão do Ultimate em escalar o norte-americano e o brasileiro para a disputa do cinturão da categoria. Em suas redes sociais, Aljamain Sterling e Petr Yan criticaram a organização.

Veja Também

Ultimate planeja revanche entre Max Holloway contra Alexander Volkanovski para o UFC 251, em junho
Francis Ngannou prega respeito às mãos de Jairzinho Rozenstruik, mas afirma: ‘Ele não me impressiona’
Ariane Lipski enfrenta Luana ‘Dread’ no UFC San Diego, em maio

“A luta que ninguém pediu e que ninguém gostaria de assistir”, escreveu Aljamain.

Atualmente na segunda posição no ranking dos galos, Sterling atravessa uma ótima fase na carreira. O norte-americano vem de quatro vitórias consecutivas; a última sobre o brasileiro Pedro Munhoz.

Petr Yan (3º no ranking), que vem se tornando um dos combatentes mais respeitados da categoria também fez questão de escrever sobre sua opinião do confronto entre o duelo de maio. Vindo em uma sequência de nove vitórias consecutivas, o russo nunca perdeu pelo Ultimate e não perde desde 2016.

“Esse palhaço (Cejudo) escolheu (José) Aldo porque eu não falo inglês perfeito. Desde quando José fala bem inglês fluente? Qual a lógica disso? Henry sabe que ele não é unânime e está inseguro. Na cabeça dele, ele já foi derrotado por mim. UFC, me dê alguém que acredita em si mesmo”, publicou Yan.

A revolta dos dois atletas é justificada pelo fato de Aldo ter realizado apenas uma apresentação entre os galos e ter saído derrotado (na decisão dividida) por Marlon Moraes em uma das lutas do UFC 245. Após o revés, o manauara foi inserido oficialmente no ranking oficial, ocupando a sexta posição.

A luta com Aldo representará a primeira defesa de cinturão de Henry, que se tornou campeão em junho do ano passado, ao bater Marlon no UFC 238.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário