Amanda Nunes se manifesta após vitórias de Megan Anderson e Felicia Spencer: ‘Pronta para as duas’

Brasileira não escolhe entre canadense e australiana, que venceram no UFC Norfolk, para a primeira defesa do título das penas e deixa decisão nas mãos do Ultimate

A. Nunes posa com seus dois cinturões. Foto: Reprodução / Facebook ufc

O Ultimate promoveu duas disputas para escolher, entre quatro atletas, uma possível adversária para Amanda Nunes em sua primeira defesa do seu título das penas (até 65,7kg.). No UFC Norfolk, realizado neste sábado (29), nos Estados Unidos, Megan Anderson e Felicia Spencer venceram com propriedade em seus duelos e deram uma ‘boa’ dor de cabeça para os diretores da organização. Após o espetáculo, a brasileira foi ao ‘Twitter’ e afirmou não ter preferência entre as combatentes.

Veja Também

Henry Cejudo ironiza vitória de Deiveson Figueiredo no UFC Norfolk: ‘Ainda campeão’
Mesmo derrotado, Gabriel Silva fatura bônus de ‘Luta da Noite’ no UFC Norfolk
Vídeo: Assista o nocaute de Megan Anderson sobre a brasileira Norma Dumont no UFC Norfolk

“Eu gostei das duas vencedoras hoje. Agora, é com Dana White. Estou pronta para as duas”, escreveu a baiana.

Desde que se tornou campeã da divisão, quando chocou o mundo e nocauteou a antiga campeã, Cris Cyborg, na luta co-principal do UFC 232, em dezembro de 2018, a organização tem encontrado dificuldades para escalar atletas que possam fazer frente à brasileira e promover um combate equilibrado para entreter os fãs.

Após este sábado, Felicia e Megan, que derrotaram Zarah Fair dos Santos e Norma Dumont (ambas por nocaute no primeiro round), respectivamente, mostraram que podem, de fato, levar perigo ao reinado da ‘Leoa’, que está invicta há mais de cinco anos.

Nunes vem de vitória recente sobre Germaine de Randamie em uma das lutas principais do UFC 245, realizado em 14 de dezembro. O combate foi disputado na divisão dos galos e marcou a quinta defesa da brasileira na divisão.

Recentemente, Amanda tem sinalizado a vontade de se apresentar no UFC 250, que acontecerá em 9 de maio. O evento poderia ser o local ideal para que a baiana possa fazer sua primeira defesa de cinturão da divisão até 65,7kg.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments