Rodolfo Vieira sonha com cinturão, mas admite: ‘Tarefa difícil’

Multicampeão de jiu-jitsu, brasileiro invicto no MMA quer seguir trajetória de Fabrício Werdum no esporte, mas se diz consciente dos perigos na nova modalidade

R. Vieira após estreia no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @rodolfovieira89

Invicto no MMA, Rodolfo Vieira é, sem dúvidas, uma das grandes promessas brasileiras na divisão dos médios (até 83,9kg.). Com um cartel impecável até o momento, o atleta, que enfrenta Saparbek Safarov neste sábado (7), pelo UFC 248, revelou que sonha em conquistar o cinturão da categoria, mas admite que o compromisso não é simples. Em entrevista ao ‘Combate’,

Veja Também

Dustin Poirier enfrenta Dan Hooker no UFC San Diego, em maio
Adesanya exalta Anderson Silva e o coloca como exemplo no MMA: ‘Quero ser melhor que ele’
Taila Santos enfrenta Gillian Robertson junho no UFC Saskatoon, no Canadá

“Quero fazer igual o Fabrício Werdum fez. Foi o único a ser campeão mundial de jiu-jítsu, campeão do ADCC e campeão do UFC. Tarefa quase impossível para mim, mas este é meu foco, acompanhar ele”, declarou o carioca.

Rodolfo, que estreou pelo Ultimate em agosto do ano passado, com vitória sobre Oskar Piechota em uma das lutas do UFC Uruguai, afirmou que realiza um desejo antigo de atuar em Las Vegas, apesar de dizer que sua vontade era atuar no card de Brasília, que acontece em 14 de março.

“Eu sonhava (em lutar em Las Vegas), mas não sabia que meu sonho ia se realizar tão cedo. Pedi para o Joinha (Jorge Guimarães) me colocar para lutar em Brasília, ele disse que não dava e queriam me botar em Las Vegas. Na hora fiquei nervoso, mas não tinha como recusar. Acho que é muita coisa para um cara, na segunda luta, já lutar em Las Vegas. Ainda bem que o foco está nos cinturões, ninguém vai prestar muita atenção na minha luta. Vai estar vazio o evento”, disse o peso médio.

Caso derrote Saparbek neste sábado, o brasileiro, além de manter a invencibilidade na carreira, se aproximará da elite da categoria. O combatente, atualmente, tem seis lutas como profissional no MMA.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments