Próximo de completar 43 anos, Yoel Romero confirma desejo de lutar por mais 10 anos

Dono de uma condição física invejável, cubano, que luta pelo cinturão neste sábado, confirma que não tem planos de se retirar do esporte

Próximo de realizar mais uma luta pelo cinturão, Yoel

Y. Romero em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Romero, que enfrenta Israel Adesanya neste sábado (7), no UFC 248, em Las Vegas, esbanja vitalidade. Próximo de completar 43 anos, o cubano minimizou qualquer possibilidade de deixar o esporte, independente do resultado do combate deste final de semana. Em entrevista a jornalistas para a promoção do espetáculo deste sábado, o lutador falou sobre os planos para o futuro.

Veja Também

Rodolfo Vieira sonha com cinturão, mas admite: ‘Tarefa difícil’
Dustin Poirier enfrenta Dan Hooker no UFC San Diego, em maio
Adesanya exalta Anderson Silva e o coloca como exemplo no MMA: ‘Quero ser melhor que ele’

“Quero provar que não há limites. A idade é apenas um número para mim. Eu acho que você pode fazer qualquer coisa se acreditar em si mesmo. Que se você vive em um estilo de vida disciplinado, uma vida não tão emocional, se vive sob uma convicção, qualquer coisa é possível”, disse o cubano.

Conhecido pela agressividade e intensidade com que leva seus confrontos, o peso médio afirmou que está longe de pendurar as luvas. Segundo Yoel, ele ainda tem condições de atuar em alto nível por muitos anos.

“Sim (quero lutar mais dez anos). Esporte é vida. Eu amo minha vida. Amo a vida e amo o esporte, por isso quero continuar a viver e preciso continuar praticando esportes. Fico chateado se eu não puder mais praticar o esporte. Um dia você pode não continuar mais competindo, mas precisa permanecer no esporte. Isso é diferente”, finalizou.

Neste sábado será a quarta vez em que o cubano é escalado para disputar um título pelo Ultimate. O atleta, além de enfrentar um oponente de alto nível, terá de colocar fim a uma invencibilidade do nigeriano que já dura 18 lutas.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments