Cage Warriors mantém evento nesta sexta-feira e promove disputa de cinturão

Evento opta por não cancelar card e realiza espetáculo de portões fechados em Londres

Cage Warrios decide manter evento em Londres em 20/03. Foto: Reprodução/Instagram @cagewarriors

Mesmo com muitos eventos de combate, incluindo o UFC, adiando cards que aconteceriam nas próximas semanas, em função da pandemia do coronavírus, o Cage Warriors decidiu não cancelar o espetáculo marcado para acontecer nesta sexta-feira (20) e decidiu realizar o ‘show’ de portões fechados. O anúncio foi feito no site oficial da empresa em publicação do presidente da organização, Graham Boylan.

Veja Também

Diego Sanchez aceita desafio de Demian Maia para despedida do brasileiro no MMA
Ex-campeão do Shooto, Glyan Alves morre baleado em Juiz de Fora
Em período de resguardo, Lyoto Machida e Fabrício Werdum ensinam treino sem contato físico

“Continuaremos nos adaptando às mudanças à medida que elas surgirem, e continuaremos nos esforçando para fornecer a maior e melhor plataforma possível para nossos lutadores e fãs nesta sexta-feira à noite (…) Enquanto o país permanecer operacional, nós também vamos”, escreveu o mandatário.

Ao todo, o Cage Warriors 113 apresentará aos fãs de MMA 11 lutas, incluindo uma disputa de cinturão. O evento poderá ser acompanhado gratuitamente no site oficial da empresa.

A luta principal da noite será marcada pelo encontro entre Darren Stewart e Bartosz Fabinski. O penúltimo combate da noite marcará a disputa do título dos leves entre Mason Jones e Joe McColgan.

Apenas três lutas foram canceladas pela organização em função da dificuldade dos atletas para deslocamento em função do COVID-19.

Recentemente, o UFC adiou o evento que estava marcado para acontecer neste sábado (21). O presidente da empresa, Dana White, que havia garantido a manutenção do espetáculo, acabou voltando atrás e optou por não realizar o ‘show’ devido às dificuldades em encontrar atletas disponíveis para lutar em tão curto prazo, já que viagens de lutadores da Inglaterra foram dificuldades como medidas de prevenção.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments