Ex-campeão do Shooto, Glyan Alves morre baleado em Juiz de Fora

Pai, treinador e organização confirmam falecimento do atleta de 25 anos em incidente ocorrido na madrugada desta quarta-feira

G. Alves morre baleado em Juíz de Fora. Foto: Reprodução/Instagram @glyanmma

O ex-campeão do Shooto Brasil, Glyan Alves faleceu na madrugada desta quarta-feira (18) depois de ser baleado na cidade de Juiz de Fora (MG). A informação foi confirmada pelo pai e treinador do mineiro. Segundo informações da Polícia Militar (PM), o atleta foi vítima de três tiros. O combatente foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O Shooto divulgou uma nota de pesar ao saber da notícia.

Veja Também

Em período de resguardo, Lyoto Machida e Fabrício Werdum ensinam treino sem contato físico
Dana White sugere Khabib x Ferguson na lua para não adiar UFC 249
Treinador da ATT, brasileiro oferece treinos online gratuitos para momento de reclusão

“O lutador Glyan Alves, ex-campeão peso super-galo do Shooto Brasil, morreu nesta quarta-feira (18), aos 25 anos, em Juiz de Fora, Minas Gerais. Glyan foi alvejado por três tiros. As circunstâncias da morte ainda não foram esclarecidas. Deixamos aqui nossa homenagem e nossos sinceros sentimentos à família de Glyan, um jovem promissor, extremamente habilidoso, que certamente tinha muitas outras conquistas pela frente. Perdemos hoje um grande atleta”, escreveram.

Atualmente, Alves compunha o grupo de lutadores do ‘JF Fight’, onde detinha o cinturão dos galos (até 61,2kg.).

Profissional no esporte desde 2012, Glyan tinha 18 lutas como profissional no MMA. O atleta somava 13 vitórias e cinco derrotas. Sua última apresentação aconteceu em agosto do ano passado, quando foi derrotado para Elvis Batista da Silva, pelo Shooto Brazil 94.

Até o momento, não há suspeitos e informações sobre o que pode ter motivado a morte do mineiro.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments