Ben Askren sugere solução inusitada pra realizar ‘Khabib x Ferguson’ durante quarentena

Ex-lutador opina que o UFC realize o evento apenas com os protagonistas e sem exceder o limite de 10 pessoas

B. Askren em entrevista. Foto: Reprodução/YouTube ESPN MMA

No mundo do MMA, além do coronavírus, um dos assuntos que mais se discute hoje é dia é a realização ou não do UFC 249, agendado para 18 de abril. Após o estado de Nova York proibir o evento, como medida preventiva, o Ultimate, agora, busca alternativas para não adiar o espetáculo. Pensando nisso, o ex-atleta da empresa, Ben Askren, em entrevista ao ‘Submission Radio’, deu uma sugestão inusitada para que a organização não precise desistir da luta principal, que representa a disputa de cinturão dos leves (até 70,3kg.) entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson.

Veja Também

Os melhores filmes de luta para assistir durante a quarentena
Dana White mantém otimismo sobre UFC 249: ’Querem apostar que vai acontecer?’
Klidson Abreu enfrenta Gadzhimurad Antigulov em junho, no UFC Cazaquistão

“Não vamos ficar gananciosos, Dana, vamos fazer isso muito simples. Só precisamos do Tony (Ferguson) e do Khabib (Nurmagomedov). Não precisamos das outras lutas. Então, na América eles estão permitindo aglomerações de 10 pessoas, no máximo. Então, você tem Tony, Khabib, três juízes. Mas, você também pode ter os juízes remotos. Então, não é preciso tê-los lá. Como árbitro, tem Dana (White), o Bruce Buffer e talvez tenha o Joe Rogan. Talvez tiremos os juízes e façamos os juízes remotos em um local remoto e damos aos lutadores dois treinadores ou algo assim. Acho que há uma maneira de o fazer para manter abaixo de dez pessoas e transmiti-lo”, sugeriu Askren.

Após fazer a proposta, Ben falou sobre o motivo de não querer que a luta seja cancelada ou adiada. Para o ex-meio-médio (até 77kg.), o confronto entre o russo e o norte-americano não é um simples encontro entre atletas, mas do embate entre dos dos melhores lutadores da história recente do esporte.

“Eu acho que é fascinante. Por isso é tão empolgante. São dois caras que são ótimos no que eles fazem e, se você fosse desenhar um lutador para derrotar o outro, você desenharia eles mesmos”, finalizou.

Mesmo sem um local definido para o confronto, Dana White segue afirmando que o card não será cancelado. Recentemente, o presidente do Ultimate considerou transferir o card para fora dos Estados Unidos. No entanto, ainda não há confirmação.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments