Treinador de Khabib garante que atleta está disposto a enfrentar Ferguson em qualquer lugar

Javier Mendez reforça dificuldades para encontrar um local que aceite receber o UFC 249, mas não impõe complicações para confronto

K. Nurmagomedov (esq.) e J. Mendez (dir.) em treinamento. Foto: Reprodução/Instagram @akajav

Enquanto a diretoria do Ultimate não confirma o novo local para a realização do UFC 249, que terá como luta principal o aguardado encontro entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson. Com o espetáculo ainda mantido para 18 de abril, a empresa segue buscando alternativas para não adiar o espetáculo. Pensando nisso, o técnico do campeão dos leves (até 70,3kg.) afirmou que sua equipe não fará imposições para a realização da disputa, que segue ameaçada em função do surto do coronavírus. Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o técnico falou sobre o assunto.

Veja Também

Johnny Walker garante que vai permanecer treinando com mentor de Georges St. Pierre
Ben Askren sugere solução inusitada pra realizar ‘Khabib x Ferguson’ durante quarentena
Dana White mantém otimismo sobre UFC 249: ’Querem apostar que vai acontecer?’

“Nós, como equipe, estamos dispostos a viajar para qualquer lugar (para que a luta aconteça), onde quer que isso seja, estamos dispostos a viajar. Nos disseram, a APEX (local em que são gravadas as apresentações do Dana White’s Contender Series), em Las Vegas, mas que foi vetada por causa da Comissão Atlética (de Nova York), que impediu que todas as lutas acontecessem. Então, você não tem nenhum poder sobre eles. Ouvi dizer que poderia acontecer em Oklahoma, mas isso também foi descartado. Não sei para onde mais, para onde eles vão”, disse Javier.

Mesmo com a incerteza sobre o local, o presidente do UFC, Dana White, vem mantendo uma postura confiante sobre a realização do desafio. Segundo o mandatário, a disputa irá acontecer, de uma forma ou de outra.

Em consequência do COVID-19, o Ultimate chegou a cancelar os três eventos que aconteceriam nas próximas semanas. A organização tentou manter os cards, mas acabou cedendo após as restrições dos governos, que proibiram as aglomerações populares.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments