Médico é suspenso por dois anos pela USADA por prescrição a Paulo Borrachinha

Lucas Penchel é punido por Agência Antidoping dos Estados Unidos por infusões intravenosas acima do limite permitido no peso médio, em 2017

P. Borrachinha em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) anunciou, nesta segunda-feira (23), a suspensão de dois anos de Lucas Penchel, médico acusado por realizar infusões intravenosas acima do limite permitido a Paulo Borrachinha, em 2017. A informação foi confirmada através de um comunicado divulgado pelo ‘MMA Fighting’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Dr. Lucas Penchel, de Belo Horizonte, Brasil, aceitou uma sanção de dois anos por violação da Política Antidopagem do UFC, resultante de sua cumplicidade na administração e uso de infusões intravenosas acima do limite de substâncias em 2 de junho de 2017 e 3 de novembro de 2017, por Carlos Costa e Paulo Costa, respectivamente ”, publicou a entidade.

PUBLICIDADE:

Segundo a Agência Antidoping, os procedimentos do profissional realizados em Borrachinha aconteceram no período que precedeu o UFC 212, que aconteceu em junho de 2017. Na ocasião, o brasileiro enfrentou e derrotou o norte-americano Oluwale Bamgbose.

O mesmo procedimento teria acontecido em novembro do mesmo ano, quando Paulo se preparava para o confronto contra Johny Hendrix, pelo UFC 217.

PUBLICIDADE:

Em abril do ano passado, o peso médio (até 83,9kg.) acabou sendo punido pela USADA por seis meses em função dos episódios citados. Como a data era retroativa, o atleta, que não atuava desde novembro, não ficou muito tempo fora do octógono e já pôde retornar em julho do de 2018, quando bateu Uriah Hall, no UFC 226.

PUBLICIDADE:

Com a punição pela Agência Antidoping dos Estados Unidos, o Dr. Lucas deverá ficar dois anos sem trabalhar com atletas envolvidos no MMA. Desta forma, o profissional só estará apto a retomar suas atividades nas artes marciais mistas a partir de março de 2022.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário