Justin Gaethje valoriza luta contra McGregor: ‘Se vencer, merece lutar pelo cinturão’

Norte-americano tenta atrair irlandês para o confronto colocando na mesa a chance de recuperar título dos leves

J. Gaethje em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução / Facebook @ufc

Desde que Conor McGregor fez seu retorno triunfal ao octógono, em janeiro deste ano, muito se questiona sobre os próximos passos do astro irlandês no UFC. Muitos desejam assistir o embate entre o ‘Notório’ e Justin Gaethje na divisão dos leves (até 70,3kg.), pois trata-se de dois potenciais desafiantes ao cinturão que hoje pertence a Khabib Nurmagomedov. Pensando em atrair a atenção do ex-campeão, o norte-americano usa a tática da possibilidade do título como principal arma e, em entrevista ao ‘MMA Fighting’, valorizou o possível combate contra o rival.

Veja Também

Dana White tira UFC 249 de Las Vegas e garante ter novo local para atração
Khabib deixa os EUA e fará preparação para enfrentar Ferguson na Rússia
Médico é suspenso por dois anos pela USADA por prescrição a Paulo Borrachinha

“Você sabe que a escolha é dele (Conor McGregor). Ele escolhe contra quem ele luta. E ele sabe que se me vencer, ninguém pode negar que merece a disputa pelo título”, afirmou Justin.

Nos últimos dias, a peleja entre Gaethje e Conor tomou forças após o treinador do irlandês, Owen Roddy, afirmar que McGregor poderia aceitar o desafio do norte-americano, sugerindo, inclusive, o mês de 11 julho como a data para a realização do confronto.

Analisando as condições da divisão, a luta entre Conor e Justin faz sentido não só pela promessa de um grande espetáculo, mas, também, pela ideia de colocar frente a frente o terceiro e o quarto (respectivamente) colocado do grupo liderado por Khabib Nurmagomedov. Justin, no entanto, deixa claro que seu foco não é um desafio pessoal ao irlandês, mas, sim, dar seguimento à sua trajetória rumo à uma disputa de cinturão, independente do rival a se enfrentar.

“Acho que tenho que olhar para o quadro geral sempre que penso sobre isso. Acho que esperar para lutar contra o vencedor de Khabib e Tony (que têm luta confirmada, até o momento, em 18 de abril) não é realista. Acho que vou ter que lutar novamente. Eu e Conor precisamos lutar um com o outro para descobrir o candidato número 1. Fora isso, se precisar lutar com outra pessoa para garantir o lugar de desafiante e obter o vencedor dessa luta, o farei”, finalizou o norte-americano.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments