José Aldo mostra confiança para luta contra Henry Cejudo: ‘Venço de olhos fechados’

Em quarentena, brasileiro afirma que precisa apenas de uma semana de treinos para derrotar norte-americano; preocupação de manauara é apenas bater o peso

J. Aldo em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufcbrasil

Em quarentena por conta da pandemia do coronavírus (COVID-19) e impossibilitado de manter a rotina de treinos na academia Nova União, José Aldo não mostra preocupação quando o assunto é Henry Cejudo. Adversário do norte-americano em 9 de maio, o manauara afirmou que não precisa de mais de uma semana para se preparar para o combate e que sua preocupação para o embate é outra. A declaração foi feita em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Veja Também

Dana White confirma alterações no card do UFC 249
Dana White evita responder sobre testes de coronavírus a atletas do UFC 249: ‘Quanto menos souberem, melhor’
Conor McGregor compra €1 milhão em equipamentos médicos para combater coronavírus na Irlanda

“Eu só preciso de uma semana de treinos para derrotar (Henry) Cejudo. Estou mais preocupado em bater o peso do que enfrentá-lo. Posso estar fora do período de treinamento, de férias, mas, se você me colocar no octógono com ele, vou vencer de olhos fechados. O único problema é o peso. Então, é por isso que estou comendo bem. Estou tranquilo em relação à luta, não se preocupe”, disse o ex-campeão dos penas.

José recebeu a chance de enfrentar Cejudo pelo cinturão dos galos após ter uma boa estreia na nova divisão diante do compatriota Marlon Moraes. Mesmo derrotado na decisão dividida dos juízes, no UFC 245, em dezembro do ano passado, a diretoria do Ultimate entendeu que o manauara merecia uma chance de encarar Henry pelo título da categoria.

Desde então, Aldo e Cejudo têm trocado farpas nas redes sociais e buscam promover o combate, que representará a luta principal do UFC 250, que acontece em São Paulo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments