Em meio à quarentena, Bruce Buffer aceita participar do UFC 249, mas pede medidas segurança

Responsável por entreter os espectadores do Ultimate, locutor pede que empresa pense na saúde dos funcionários

B. Buffer pede que sejam adotadas medidas de segurança à saúde para a realização do UFC 249. Foto: Reprodução/Instagram @brucebuffer

O quebra-cabeça que se tornou a realização do UFC 249, em meio à pandemia do coronavírus (COVID-19), aos poucos começa a tomar forma. Com evento marcado para 18 de abril, o famoso locutor do Ultimate, Bruce Buffer confirmou que pode participar do espetáculo, mas deixou claro que sua presença apenas será oficial diante de medidas preventivas adotadas pela empresa.

Veja Também

Candidato ao título do BBB 20, Babu Santana quase viveu Maguila no cinema
Khabib Nurmagomedov muda discurso sobre lutar no UFC 249: ‘Apenas me dê o local’
Khabib sugere nova data para luta contra Ferguson: ‘Agosto ou setembro. Quero lutar’

“Parto do princípio que, se há um evento anunciado – com base na localização, no fator de segurança de todos os envolvidos, na forma como vamos ser testados, o que quer que seja, tudo o que é óbvio -, se houver esse acordo, uma coisa completamente segura a fazer, então vamos nessa. Certo? Obviamente, não haveria público. Disso nós sabemos”, disse Buffer.

Mesmo com as ideias se ajeitando aos poucos, os fãs, atletas e parte dos funcionários da empresa seguem de mãos atadas sem saber detalhes básicos como o local escolhido pela organização para realizar o show. O card deveria, inicialmente, acontecer em Nova York, mas o governo do estado acabou proibindo a promoção de eventos públicos como medida preventiva para minimizar os riscos de contaminação popular.

“Eu não sei de nada. Sou um mercenário da mídia. Eu sempre brinco e digo que meu estilo de vida é igual ao do James Bond (personagem do cinema). Eu não tenho que matar todo mundo, mas, quando eu recebo a ligação, eu tenho que colocar o terno na mala. Brincadeiras à parte,, eu não sei, quer dizer, eu poderia receber uma ligação cinco dias antes do evento e ter que tomar uma decisão. Mas eu estou disposto a fazer isso? Com certeza. Vocês me conhecem. Eu já fiz shows com uma perna, já fiz três shows seguidos. Vocês sabem que eu nunca vou me cansar de entrar no octógono. Mas nós temos um contexto maior para considerar. E os poderes que existem, eu conheço Dana (White). Tenho certeza que todo dia tem sido um novo dia para Dana com tudo que ele está tendo que lidar. Ele está tentando entreter as pessoas” finalizou Bruce.

No início da semana, os fãs do esporte acabaram recebendo um banho de água fria depois que Khabib Nurmagomedov anunciou que não estaria presente no card por não poder realizar viagens, devido ao fechamento das fronteiras na Rússia. Dois dias depois, no entanto, o campeão dos leves voltou atrás e afirmou que poderia enfrentar Tony Ferguson.

A luta principal, então, segue como grande incógnita para o espetáculo.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário