TJ Dillashaw revela que pode ter luta pelo cinturão após fim da suspensão por doping

Afastado desde janeiro de 2019, ex-campeão dos galos afirma que título não é prioridade, mas não descarta possibilidade

TJ. Dillashaw afirma que quer voltar a ser campeão do UFC. Foto: Reprodução/Instagram @tjdillashaw

Afastado do MMA desde janeiro de 2019 após ser flagrado em um exame antidoping, TJ Dillashaw está a menos de um ano de poder retornar ao octógono. Suspenso por dois anos pela USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos), o atleta revelou que pode ser visto disputando o cinturão em seu primeiro compromisso após o gancho.

Veja Também

Perto de aposentadoria, Daniel Cormier afirma: ‘É um sonho sair no topo’
Ex-UFC, Erick Silva confirma ter contraído coronavírus e faz alerta de conscientização
Dana White diz que vai divulgar local do UFC 249 nesta segunda-feira e confirma ausência de Khabib

“Me disseram que eu ganharia uma luta pelo cinturão quando eu retornasse, mas não significa nada. Eu cometi um erro. Eu não tenho direito a nada agora”, disse TJ, em entrevista ao ’MMA Junkie’.

Desde que acatou a punição por parte da USADA, Dillashaw sempre fez questão de ser muito transparente com relação ao uso de substâncias proibidas em sua preparação para a luta contra Henry Cejudo, em janeiro do ano passado, quando o norte-americano desceu para os moscas (até 56,7kg.) para tentar o segundo título pela organização.

Além de sair derrotado pelo compatriota, Dillashaw acabou flagrado no doping e, após a acusação, abriu mão do seu cinturão dos galos.

Ciente de seu erro, TJ, porém, não dispensaria a chance de poder figurar novamente no topo da divisão, mas aceitaria, também, um adversário da elite da categoria.

“Se eu pudesse escolher, escolheria a luta pelo cinturão. Se não, um top 5, para provar que mereço uma chance ao título. Isso faz sentido”, esclareceu Dillashaw.

Por ter trapaceado, TJ acredita que não terá vida fácil dentro do UFC quando retornar. O atleta relatou que espera que a organização o coloque para enfrentar os atletas mais duros do grupo.

“Eu estou esperando que eles me atirem aos cachorros. Não estou aqui para brincar. Quero meu cinturão de volta. Ainda é meu. Estarei pronto”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments