Dana White admite gastar muito dinheiro para retomar calendário do UFC

Mesmo com paralisação das atividades, presidente da empresa afirma que não vai poupar esforços para voltar com os cards

D. White em coletiva de imprensa do UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Mesmo cedendo às pressões e paralisando as atividades do UFC por conta da pandemia do coronavírus (COVID-19), o presidente da empresa, Dana White, segue trabalhando forte para retomar as atividades da empresa. Em entrevista Sirius XM NASCAR Radio, o ‘chefão’ afirmou que ‘abrirá o bolso’ para que o Ultimate volte a realizar seus cards semanais, cumprindo o calendário.

Veja Também

Astro do basquete, Shaquille O’Neal explica como MMA ajudou em sua carreira na NBA
Cris Cyborg critica Dana por tentar promover lutas durante pandemia: ‘Deveria pensar menos em si’
Georges St.Pierre afirma que UFC teve medo de marcar sua luta contra Khabib Nurmagomedov

“Entendam, eu não estou parando. Eu tenho isso em mãos. A verdade é: isso pode ser feito? Sim, pode. É apenas muito caro. É caro e eu estou disposto a gastar dinheiro para isso”, afirmou White.

Dana também explicou o motivo de insistir em trazer o UFC de volta no momento de uma das maiores crises de saúde da história. Segundo o mandatário, a atitude é pensada na intenção de ajudar seus atletas para que os mesmos permaneçam trabalhando e recebendo para isso.

“Eu não fico sentado à espera que alguém me diga que está na hora de fazer isto, está na hora de fazer aquilo. Você de olhar em frente para o que está acontecendo lá fora. O meu compromisso é com os meus funcionários e com os meus lutadores. Não quero despedir ninguém e não quero que os lutadores sentados durante um ano não possam ganhar dinheiro, mas quero que todos fiquem em segurança”, finalizou.

No início desta semana, o ‘MMA Fighting’ informou que o UFC mantém o plano de realizar o card de 9 de maio. Sem local confirmado, a empresa pretende realizar um especial com três disputas de cinturão, incluindo a luta que aconteceria neste sábado (18), entre Tony Ferguson e Justin Gaethje.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments