Astro do basquete, Shaquille O'Neal explica como MMA ajudou em sua carreira na NBA | SUPER LUTAS

Astro do basquete, Shaquille O’Neal explica como MMA ajudou em sua carreira na NBA

Lenda das quadras afirma que praticar artes marciais mistas impulsionou seu preparo físico e ajudou na conquista de títulos

S. O’Neal (dir.) posa ao lado de N. Diaz após o UFC 244. Foto: Reprodução/Instagram @shaq

Uma das maiores lendas da história da NBA (National Basketball Association), Shaquille O’Neal revelou que como o MMA ajudou a alavancar sua carreira no início da década de 2000. Multicampeão no basquete, o norte-americano afirmou que a prática da nova modalidade ajudou em sua performance nas quadras e, em entrevista ao repórter da ‘ESPN’, Ariel Helwani, confirmou sua paixão pelas artes marciais mistas.

Veja Também

“O MMA é a razão pela qual me tornei um campeão. Eu costumava sempre praticar basquete, e não era suficiente. Porque, quando eu jogava, era mais wrestling. Por isso, quando treinei MMA com Jon Burke, um amigo meu em Orlando (EUA), regressei na melhor forma da minha vida. Isso foi em 2000. Ganhei. Dominei”, contou O’Neal.

Além da prática para aperfeiçoar sua condição física em seus tempos de lutador, Shaquille afirmou que a modalidade vai além de um recurso pessoal para se manter em forma. O ex-jogador contou que é fã do esporte e falou sobre os atletas envolvidos nas grandes empresas.

“O MMA é algo que sempre manteve o meu ritmo cardíaco acelerado. É algo que sempre estou interessado. Eu sou um cara físico. Eu gosto de contato. Você fala de atletas, os lutadores de MMA são provavelmente os melhores atletas do planeta. Os treinos a que se submetem, as coisas físicas por que passam. Já estive em quase todas as principais lutas do UFC. Quem me dera poder atingir alguns adversários da NBA desse jeito. Por isso tenho sido definitivamente um fã do MMA”, finalizou.

Hoje, com 48 anos, O’Neal teve uma longa carreira no basquete. Aposentado desde 2011, o norte-americano atuou na NBA por 19 anos e venceu o campeonato nacional em quatro oportunidades.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments