Comissão Atlética de Nevada adota cautela sobre liberar eventos do UFC em Las Vegas

Entidade afirma que retorno do Ultimate não deve ser decidido sob condições políticas, mas, sim, médicas

D. White planeta retomar atividades do UFC em 9 de maio. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Mais um balde de água fria para Dana White e sua equipe. O ‘chefão’ do UFC, que está trabalhando intensamente para retomar o calendário da organização acaba de ganhar mais um empecilho de peso: a Comissão Atlética de Nevada. A entidade afirma que retomar as atividades do Ultimate deve ser feito de forma responsável e de acordo com permissões de profissionais da área de saúde, e não políticos.

Veja Também

Michael Bisping ataca céticos sobre os perigos da COVID-19: ‘Não é uma conspiração’
Israel Adesanya doa equipamentos para combater coronavírus na Nova Zelândia e Nigéria
Kamaru Usman se diz pronto para lutar em 9 de maio, caso o UFC precise

“Nós podemos dizer que a Comissão Atlética de Nevada vai ouvir os médicos, os cientistas e todos os especialistas antes de tomar qualquer decisão (de liberar as lutas em Las Vegas). Uma das coisas que eu digo sempre é que tudo o que fazemos tem a ver com a saúde e a segurança dos lutadores. Isso continua a ser verdade, mas, agora, tenho de ser mais rígido para que seja sobre a saúde e segurança do meu pessoal, da equipa de produção, dos funcionários, dos nossos árbitros e juízes e de qualquer uma das pessoas que precisariam de estar envolvidas para fazer um evento”, disse o diretor executivo da Comissão, Bob Bennett, em entrevista ao ‘Yahoo Sports’.

No início desta semana, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em um comunicado oficial, afirmou que os esportes no país devem retornar com seus calendários. Na fala do chefe de estado, o político incluiu o Ultimate como peça importante para auxiliar na retomada econômica do país durante o período da pandemia.

Sobre a fala do presidente, Bennett, desta vez falando ao ‘MMA Fighting’, foi enfático ao afirmar que as lutas retornarão apenas com o aval de especialistas que atuam diariamente no tratamento do coronavírus (COVID-19).

“Não será uma decisão política, sobre quando vamos voltar. Nós trataremos a situação com calma e permanecer ouvindo os médicos”, disse Bob.

Na última segunda-feira (13), o ‘MMA Fighting’ afirmou que Dana e sua equipe planejam promover um grande card em 9 de maio, sem local definido. Segundo o site norte-americano, o mandatário planejava realizar um show com três disputas de cinturão, no entanto, fechado ao público.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments