Ultimate oficializa pedido para registrar marca da ‘Ilha da Luta’

Organização tenta deter direitos sobre o nome para diversos fins comerciais e esportivos

Ultimate está próximo de adquirir direitos do nome ‘Ilha da Luta’ e ‘Ilha da Luta do UFC’. Foto: Reprodução/Twitter @UFC-BR

O que parecia uma brincadeira está quase se tornando realidade. A diretoria do Ultimate entrou com pedido de registro para a marca da ‘Ilha da Luta’, local que está sendo adaptado para receber eventos de MMA mesmo durante o período da pandemia. A informação foi divulgada pelo advogado especializado em registros de marcas, Josh Gerben, em sua conta no Twitter.

Veja Também

Após Ferguson bater peso, McGregor manda recado a norte-americano: ‘Vai ver quando eu te pegar’
Vídeo: Mesmo sem evento, Tony Ferguson cumpre promessa e bate peso para o UFC 249
Joanna Jedrzejczyk fala sobre a importância de revanche contra Zhang: ’O UFC precisa dessa luta’

Segundo Gerben, o Ultimate entrou com pedido para deter o direito de usar os nomes ‘Fight Island’ (Ilha da Luta) e ‘UFC Fight Island’ (Ilha da Luta do UFC). Além dos nomes, a empresa busca utilizar a marca em outros objetos que possam estampar o nome escolhido, como equipamentos de treinos, toalhas, roupas, utensílios esportivos, entre outros.

Ao todo, foram oficializados 22 registros; 11 para ‘Ilha da Luta’ e o restante para ‘Ilha da luta do UFC’. A ideia é que a organização seja a única empresa a utilizar da marca.

Depois de anunciar, na última semana, a suspensão temporária das atividades do Ultimate em função da pandemia do coronavírus (COVID-19), o presidente da companhia, Dana White, confirmou que as especulações da adaptação de uma ilha para promover espetáculos de luta eram reais. O ‘chefão’ ainda contou que, neste momento, profissionais estão trabalhando para entregar o espaço o mais breve possível.

A ideia é que a empresa possa levar seus shows para a ‘Ilha da Luta’ em até um mês.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments