Empresário aposta em força de Gaethje como vantagem para vencer Ferguson

Ali Abdelaziz enaltece talento de Tony, mas acredita que Justin tem chances reais de vencer desafio contra o ‘Bicho Papão’

J. Gaethje (dir.) em vitória sobre M. Johnson (esq.), em 2017. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Quando aceitou substituir Khabib Nurmagomedov na luta contra Tony Ferguson, Justin Gaethje sabia que estava prestes a confirmar um dos compromissos mais difíceis da sua carreira. Considerado azarão por muitos fãs do MMA, o combatente, no entanto, conta com a confiança de seu empresário, Ali Abdelaziz, que aposta na força física de seu cliente contra um dos mais perigosos adversários dos leves (até 70,3kg.) do UFC.

Veja Também

Demian Maia estuda fazer mais duas lutas para tentar bater marca histórica no UFC 
Francis Ngannou se une a rival e pede cinturão interino nos pesados no UFC
Empresário de Khabib cita três passos importantes para que russo enfrente Georges St.Pierre

“Nas últimas três lutas, (Gaethje conquistou) três nocautes em menos de cinco minutos. Justin não sofreu nenhum dano. Eu quero ver como Tony consegue absorver ataques. Justin não bate como Kevin Lee ou Anthony Pettis. Quando ele te acerta, ele coloca as pessoas para dormir. Quero ver o quanto ele (Ferguson) consegue sofrer, porque Justin vai atacá-lo. Quero ver sua recuperação”, disse Ali em entrevista à ‘ESPN’.

Mesmo confiando no talento de Gaethje, Abdelaziz não escondeu a admiração sobre Tony, que está invicto há 12 lutas e conquistou o status de desafiante ao cinturão linear antes de Khabib se retirar do card em função da pandemia do coronavírus (COVID-19).

“Tony te machuca. Ele te pega com finalizações, como um wrestler. Ele tem um grande treinador, como Eddie Bravo. Sem ele, seria uma luta de 50% de chances para cada lado. Eu tenho que respeitá-lo, mas, sinceramente, ele vai enfrentar um cara que é o maior ‘brigão’ que vimos na história do esporte”, revelou o empresário.

Até o momento, não há confirmação sobre a data em que Ferguson e Justin irão se enfrentar. A expectativa é que os dois encabecem o card de 9 de maio (não oficializado pela empresa) em disputa do cinturão interino da categoria.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments