Ex-campeão do UFC acredita que McGregor venceria Gaethje em eventual confronto

Derrotado por Conor em 2016, Eddie Alvarez aposta em superioridade do irlandês na luta em pé e enxerga falhas no jogo de Justin

C. McGregor com seus dois cinturões do UFC. Foto: Reprodução/Instagram @thenotoriousmma

Depois que Justin Gaethje conquistou o cinturão interino dos leves (até 70,3kg.) ao bater Tony Ferguson, no UFC 249, um possível confronto entre o norte-americano e o ex-campeão da divisão, Conor McGregor, entrou no radar do Ultimate para o futuro. Eddie Alvarez, ex-número um da categoria e que já dividiu o octógono com ambos, resolveu fazer sua aposta em um eventual confronto entre o irlandês e o norte-americano.

Veja Também

Técnico afirma que ‘Borrachinha x Adesanya’ vai ser a maior luta da história dos médios
Dana White confirma que evento de 30 de maio vai acontecer em Las Vegas, diz site
Ariane Lipski e Luana ‘Dread’ confirmam duelo brazuca pelo UFC em 13 de junho

“Acho que aconteceria um nocaute (para McGregor). Eu consegui pegar (Justin Gaethje, em 2017) um pouco com socos, e você vê, Dustin (Poirier, em 2018) foi capaz de atropelá-lo também”, disse Alvarez em entrevista ao ‘The Score’.

Eddie teve a experiência de enfrentar o novo campeão interino em 2017. Na ocasião, o atleta saiu vencedor por nocaute no terceiro round em uma das lutas do UFC 218. Contra Conor, cinco meses antes, Alvarez não teve a mesma competência. Na época, o lutador ostentava o cinturão dos leves e acabou derrotado pelo ‘Notório’ após um show do irlandês, que precisou de dois rounds para liquidar a fatura e se sagrar campeão da divisão.

Com propriedade para falar sobre os atletas, Eddie, então, explicou o motivo de achar o irlandês um oponente capaz de vencer o confronto.

“Se Justin adotasse a postura de ir lá e derrubar o McGregor, pressioná-lo contra a grade e fazer o que Khabib (Nurmagomedov) fez, eu diria: ‘O Justin vai se sair muito bem contra ele’. Mas se ele apenas ficar em pé, eu sinto que ele acabará sendo pego, pois existem muitos erros que Justin acabaria cometendo e Conor seria capaz de aproveitá-los”, finalizou.

Alvarez não atua pelo UFC desde julho de 2018. Em março de 2019, o lutador fez sua estreia pelo ONE FC e, até o momento, realizou dois compromissos, perdendo na estreia e vencendo o seguinte.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments