Próximo do cinturão, Durinho não descarta enfrentar outros adversários e crava: 'Estou pronto para julho' | SUPER LUTAS

Próximo do cinturão, Durinho não descarta enfrentar outros adversários e crava: ‘Estou pronto para julho’

Após show contra Tyron Woodley neste sábado, brasileiro sugere nomes para seu próximo compromisso

G. Durinho em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

A ascensão meteórica de Gilbert Durinho nos meio-médios (até 77kg.) não parecem ter afetado o brio do brasileiro. Conhecido por estar sempre disposto a se apresentar pelo Ultimate, o brasileiro afirmou que, caso não seja possível lutar pelo cinturão em seu próximo compromisso, aceita outro oponente para se manter ativo. A declaração foi feita em coletiva após a vitória sobre Tyron Woodley, neste sábado (30), em Las Vegas (EUA).

Veja Também

“Eu quero lutar pelo cinturão. Eu sei que deve ser (Jorge) Masvidal (o próximo desafiante) e toda essa loucura, mas eu já disse a Dana (White, presidente do UFC), que estou disponível para julho. Se você escalar outro lutador para disputar o cinturão, me dê quem estiver disponível. Se não for Colby (Covington), me dê o Leon Edwards (ou outro). Eu só quero me manter ocupado”, declarou o niteroiense.

Após promover um verdadeiro show contra um dos maiores nomes da categoria, Durinho, na próxima semana, deve ser oficializado no top 5 da categoria, já que Woodley figurava na primeira posição antes de trocar forças contra o brasileiro. Mesmo afirmando que seu foco é atuar pelo título, o brasileiro afirmou que não pretende aguardar até que a diretoria do UFC opte por escalá-lo para enfrentar o campeão.

“Eu preciso ser mais seletivo agora (sobre aceitar lutas em cima da hora), com certeza. Mas toda a evolução que tenho mostrado é porque estou sempre competindo. Estou melhorando. Eu não tenho medo de lutar. Claro que quero lutar pelo cinturão na próxima (peleja), mas se não acontecer, não pensem que vou ficar guardando minha posição. Vou enfrentar outro cara”, finalizou.

Contra Tyron, Durinho chegou à maior vitória de sua carreira até o momento. Neste final de semana, o niteroiense chegou à marca de 22 apresentações na carreira. O atleta soma 19 triunfos e apenas três resultados negativos. Gilbert não perde desde o revés para Dan Hooker, em julho de 2018, quando ainda atuava pelos leves (até 70,3kg.).

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments