Cody Garbrandt recebe bônus de ‘Performance da Noite’ após vitória sobre Raphael Assunção no UFC 250

Ultimate não premia ‘Melhor Luta’ e prefere dar US$50 mil a quatro atletas por suas apresentações; Alex Caceres, Sean O’Malley e Aljamain Sterling também deixam Las Vegas com o bolso cheio

C. Garbrandt (foto) nocauteou R. Assunção no UFC 250. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Após grandes apresentações no UFC 250, que aconteceu neste sábado (6), em Las Vegas (EUA), a diretoria da empresa decidiu não premiar a ‘Melhor Luta’ e dar os bônus de US$50 mil (cerca de R$248,5 mil) a quatro atletas por suas performances. Após o espetáculo, Cody Garbrandt, Aljamain Sterling, Alex Caceres e Sean O’Malley deixaram o ginásio de bolsos cheios.

Veja Também

VÍDEO: Assista a vitória de Amanda Nunes sobre Felicia Spencer no UFC 250
Amanda Nunes domina Felicia Spencer e defende cinturão no UFC 250
Cody Garbrandt aplica nocaute brutal em Raphael Assunção no UFC 250

Responsável por um dos nocautes mais brutais da noite, Cody Garbrandt voltou a vencer em grande estilo. No confronto contra o brasileiro Raphael Assunção, o ex-campeão dos galos (até 61,2kg.) mostrou que está de volta ao ‘apagar’ o pernambucano com um cruzado no fim do segundo round. O norte-americano não vencia uma luta desde dezembro de 2016, quando conquistou o cinturão da divisão.

Outro grande representante da divisão dos galos, Aljamain Sterling também teve uma apresentação marcante neste final de semana. No aguardado encontro contra o perigoso Cory Sandhagen, o jamaicano não tomou conhecimento do rival e conseguiu uma finalização logo no primeiro round. Além da premiação pela performance, o atleta se aproximou de uma futura disputa de cinturão.

O promissor Sean O’Malley voltou a se destacar neste sábado e também levou um cheque de US$50 mil. Invicto em sua trajetória no MMA, o norte-americano emplacou sua 12ª vitória seguida ao derrotar o experiente Eddie Wineland. Com o novo triunfo, o peso galo entra cada vez mais no radar do Ultimate e segue como nome a ser observado na organização.

Do card preliminar saiu o último bônus da noite. No embate contra o até então invicto na carreira, Chase Hooper, Alex Caceres não tomou conhecimento do rival e saiu vencedor na decisão unânime dos juízes. Com atuação segura, o atleta impôs seu ritmo por três rounds e não deu chances ao jovem adversário.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments