Cody Garbrandt aplica nocaute brutal em Raphael Assunção no UFC 250

Norte-americano derrota brasileiro na luta co-principal da noite e volta a vencer após mais de três anos

C. Garbrandt (dir.) aplica duro nocaute em R. Assunção (esq.) no UFC 250. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O brasileiro Raphael Assunção viveu um verdadeiro pesadelo no UFC 250, realizado neste sábado (6), em Las Vegas (EUA). No confronto contra o ex-campeão dos galos (até 61,2kg.), Cody Garbrandt, o pernambucano acabou amargando um nocaute brutal no segundo round da luta co-principal da noite.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Cody Garbrandt sobre o brasileiro Raphael Assunção
Amanda Nunes domina Felicia Spencer e defende cinturão no UFC 250
VÍDEO: Assista a vitória de Amanda Nunes sobre Felicia Spencer no UFC 250
Em luta relâmpago, Herbert Burns finaliza Evan Dunham no UFC 250

O confronto entre os galos marcava o duelo entre dois atletas que precisavam afastar a má fase na organização. Raphael vinha de duas derrotas consecutivas, enquanto Cody amargava três reveses em sequência.

Campeão da categoria entre 2016 e 2017, o norte-americano não vencia desde a conquista do título, em 2016, quando deu um verdadeiro show contra Dominick Cruz.

Assunção, que ocupava a quinta colocação da categoria, agora deve deixar o posto e precisará vencer em seu próximo compromisso para voltar a sonhar com uma disputa de cinturão.

A luta

O confronto começou com o norte-americano tomando a iniciativa com um chute baixo. Raphael tentava encontrar a distância e se movimentava na frente do ex-campeão. O confronto seguia muito estudado pelos atletas. Passados dois minutos, Assunção desferiu um chute rodado que parou na guarda de Cody. No minuto final, os combatentes permaneciam economizando nos golpes e buscavam o melhor momento para um golpe fatal.

No segundo assalto, os atletas começaram com a trocação franca e o norte-americano conectou um bom chute alto no rosto de Raphael, que não acusou o golpe. Após as ações, os atletas voltaram a se estudar no centro do octógono. Na metade do round, Assunção conectou um direto no rosto do oponente e começava a encontrar a distância. Próximo do minuto final, Cody aplicou uma sequência de cruzados que foram imediatamente respondidos pelo pernambucano. Garbrandt conectou um cruzado em Assunção. O brasileiro foi ao chão, mas se levantou em seguida. No segundo final, o norte-americano conectou um cruzado que entrou limpo no rosto do brasileiro, que foi levado a nocaute imediato.

Aljamain Sterling surpreende e ‘apaga’ Cory Sandhagen

A. Sterling em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em uma das lutas mais aguardadas do UFC 250, Aljamain Sterling surpreendeu ao ‘apagar’ o perigoso Cory Sandhagen. Em luta de dois grandes representantes dos galos, Sterling não deu espaço para o rival impôr sua estratégia e finalizou o oponente com menos de dois minutos de confronto.

O duelo entre Aljamain e Cory marcou a peleja entre dois grandes candidatos a uma disputa de cinturão para o futuro. Agora, Sterling aguarda pelo confronto entre Petr Yan e José Aldo, que se enfrentarão pelo título vago da divisão.

Ao ser derrotado, Sandhagen teve interrompida uma sequência de sete vitórias consecutivas. Agora, o norte-americano soma dois reveses em seu cartel, em 14 apresentações como profissional no MMA.

 

Sean O’Malley mantém invencibilidade no MMA com nocaute brutal

S. O’Malley (dir.) aplicou um duro nocaute em E. Wineland (esq.) no UFC 250. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Uma das grandes promessas para a divisão dos galos, Sean O’Malley voltou a dar show. No confronto contra o experiente Eddie Wineland, o norte-americano mostrou que é um nome que pode chegar ao topo da divisão em breve. Com menos de dois minutos, o lutador conseguiu aplicar um nocaute brutal no rival no primeiro round.

Com a confiança de sempre, esta foi a quarta apresentação de Sean desde que estreou pelo Ultimate. O triunfo confirmou a 12ª vitória do atleta, que não sabe o que é perder na carreira.

O confronto contra O’Malley marcou o 39º compromisso de Eddie no MMA. Com 35 anos, o combatente, agora, tem 14 reveses como profissional no esporte.

Resultados do UFC 250

CARD PRINCIPAL

Peso pena (65,7kg.): Amanda Nunes derrotou Felicia Spencer na decisão unânime dos juízes (50-44, 50-44, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso galo (até 61,2kg.):  Cody Garbrandt derrotou Raphael Assunção por nocaute a 4m59s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Aljamain Sterling finalizou Cory Sandhagen com um mata-leão a 1m28s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Neil Magny derrotou Anthony Rocco Martin na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Sean O’Malley derrotou Eddie Wineland por nocaute a 1m54s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso pena (até 65,7kg.): Alex Caceres derrotou Chase Hooper na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Ian Heinisch derrotou Gerald Meerschaert por nocaute técnico a 1m14s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Cody Stamann derrotou Brian Kelleher na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Maki Pitolo derrotou Charles Byrd por nocaute técnico a 1m10s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Alex Perez derrotou Jussier Formiga por nocaute técnico a 4m06s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Devin Clark derrotou Alonzo Menifield na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso casado (até 68kg.): Herbert Burns finalizou Evan Dunham com um mata-leão a 1m20s do R1

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments