Jussier Formiga é superado por Alex Perez e perde terceira seguida no Ultimate

No UFC 250, brasileiro sofre com chutes baixos do norte-americano e é derrotado por nocaute técnico no primeiro round

A. Perez (esq.) derrotou J. Formiga (esq.) por nocaute técnico no UFC 250. Foto: Reprodução/Instaram @ufc_brasil

Noite difícil para Jussier Formiga. No confronto contra Alex Perez, no UFC 250, realizado neste sábado (6), em Las Vegas (EUA), o brasileiro acabou sucumbindo à agressividade do norte-americano e acabou derrotado por nocaute técnico no primeiro round após uma sequência de chutes baixos.

Veja Também

Em luta relâmpago, Herbert Burns finaliza Evan Dunham no UFC 250
Amanda Nunes domina Felicia Spencer e defende cinturão no UFC 250
UFC 250: Amanda Nunes x Felicia Spencer – Resultados

Formiga subiu no octógono com a obrigação de se recuperar das derrotas sofridas para Joseph Benavidez e Brandon Moreno. O atleta, no entanto, acabou amargando o terceiro resultado negativo em sequência e se afastou do sonho da disputa do título dos moscas (até 65,7kg.).

Após mais um revés, o potiguar ficou em situação difícil dentro da organização. Além do mau retrospecto recente, Formiga deve deixar a quarta posição no ranking e dar lutar ao norte-americano.

Depois da grande vitória sobre o brasileiro, Perez pediu uma chance para disputar o cinturão da categoria, que segue sem campeão.

A luta

O combate começou com Alex arriscando um chute baixo. O brasileiro tentava encontrar a distância e economizava nos golpes. O norte-americano mostrava mais agressividade e obrigava Formiga a caminhar para trás. Passado um minuto, Jussier bloqueou um chute do adversário e respondeu com um direto, que desequilibrou Perez. Próximo ao fim do assalto, Alex conectou um chute baixo, que fez Jussier cair. O norte-americano permitiu que Formiga levantasse e conectou mais dois chutes, que obrigaram o brasileiro a desistir do confronto.

Cody Stamann derrota Brian Kelleher e volta a vencer no UFC

C. Stamann em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

Cody Stamann voltou a vencer no Ultimate. Depois de empatar com Song Yadong, em dezembro do ano passado, o norte-americano passou pelo compatriota, Brian Kelleher na decisão unânime dos juízes.

Número 12 no ranking dos galos (até 61,2kg.), Stamann precisava vencer para retomar sua trajetória rumo ao topo da categoria. O lutador, então, atuou de forma segura e dominou seu rival por três assaltos. Esta foi o 19ª triunfo na carreira de Cody no MMA.

Após o triunfo, Stamann estava bastante emotivo. O combatente perdeu o irmão, Jacob Stamann, há poucos dias.

O resultado negativo sofrido para Stamann interrompeu uma sequência de duas duas vitórias de Brian. O atleta havia atuado há menos de um mês, quando aplicou um duro nocaute em Hunter Azure.

Ian Heinisch aplica duro nocaute em Gerald Meerschaert

I. Heinisch em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Ian Heinisch voltou a vencer pelo UFC em grande estilo. Na penúltima luta do card preliminar, o atleta não tomou conhecimento de Gerald Meerchaert e aplicou um duro nocaute no rival em menos de dois minutos no primeiro round.

Heinisch não vencia pela organização há duas lutas. O último triunfo do norte-americano havia sido sobre o brasileiro Antônio ‘Cara de Sapato’, em maio do ano passado. Agora, o combatente, que ocupa a 13ª posição no ranking dos médios (até 83,9kg.) retomará sua trajetória rumo ao topo da categoria.

Em sua 11ª luta pelo Ultimate, o experiente Meerschaert não conseguiu emplacar sua segunda vitória consecutiva. O revés para Ian marcou a 13ª derrota na carreira de Gerald.

Chase Hooper perde invencibilidade na carreira em derrota para Alex Caceres

A. Caceres em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufcespanol

O promissor Chase Hooper acabou não tendo a mesma performance de sua estreia no UFC. Contra Alex Caceres, o jovem peso pena (até 65,7kg.) mostrou muito coração, mas acabou dominado pelo rival por três rounds e perdendo na decisão unânime dos juízes.

Com apenas 20 anos, Hooper debutou na companhia em dezembro do ano passado, no UFC 245. Na ocasião, Chase surpreendeu ao nocautear Daniel Teymur no primeiro round. O revés para Alex marcou o primeiro resultado negativo na carreira do norte-americano.

No confronto que confirmou a segunda derrota consecutiva de Caceres, o atleta atuou de forma segura e mostrou maior imponência na luta em pé. Com bons jabs e diretos, o norte-americano pontuou durante todos os assaltos e garantiu a 16ª vitória na carreira.

Resultados do UFC 250

CARD PRINCIPAL

Peso pena (65,7kg.): Amanda Nunes derrotou Felicia Spencer na decisão unânime dos juízes (50-44, 50-44, 50-45) – Luta pelo cinturão

Peso galo (até 61,2kg.):  Cody Garbrandt derrotou Raphael Assunção por nocaute a 4m59s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Aljamain Sterling finalizou Cory Sandhagen com um mata-leão a 1m28s do R1

Peso meio-médio (até 77kg.): Neil Magny derrotou Anthony Rocco Martin na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Sean O’Malley derrotou Eddie Wineland por nocaute a 1m54s do R1

CARD PRELIMINAR 

Peso pena (até 65,7kg.): Alex Caceres derrotou Chase Hooper na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Ian Heinisch derrotou Gerald Meerschaert por nocaute técnico a 1m14s do R1

Peso galo (até 61,2kg.): Cody Stamann derrotou Brian Kelleher na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso médio (até 83,9kg.): Maki Pitolo derrotou Charles Byrd por nocaute técnico a 1m10s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Alex Perez derrotou Jussier Formiga por nocaute técnico a 4m06s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Devin Clark derrotou Alonzo Menifield na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28)

Peso casado (até 68kg.): Herbert Burns finalizou Evan Dunham com um mata-leão a 1m20s do R1

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments