Dana rejeita desafio de Henry Cejudo por terceiro cinturão no UFC: ‘Está aposentado’

Presidente do Ultimate comenta declarações de ex-campeão dos moscas e galos, que pediu para enfrentar Alexander Volkanovski pelo título dos penas

H. Cejudo (dir.) agradece a D. White (esq.) após anunciar aposentadoria, ainda no octógono. Foto: Reprodução/Twitter @HenryCejudo

O presidente do UFC, Dana White, não viu com bons olhos o desafio do ex-campeão dos moscas (até 56,7kg.) e galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, ao atual número um dos penas (até 65,7kg.), Alexander Volkanovski. O ‘chefão’ considera definitiva a aposentadoria do norte-americano, que pendurou as luvas após derrotar Dominick Cruz, em maio deste ano.

Veja Também

Marreta comenta possibilidade de Adesanya e Borrachinha nos meio-pesados: ‘O chumbo é mais grosso’
Mike Tyson desafia Jon Jones, que aceita, mas coloca condição: ‘No ringue e no octógono’
Após vencer Volkov, Blaydes se vê sem adversários e aguarda luta por título: ‘Vou lutar contra quem?’

“Ele está aposentado. Eu dei outra entrevista na qual as pessoas me perguntaram sobre outros lutadores aposentados. Eles estão fora. Não estou nem pensando nesses caras. Têm muitos garotos agora que estão aqui, que querem lutar. É neles que estou focado”, disse o mandatário em coletiva após o UFC Las Vegas 3.

Cejudo anunciou sua retirada do esporte depois de fazer história e bater um dos maiores nomes da história dos galos do Ultimate, no UFC 249. Na ocasião, o agora ex-lutador, afirmou que estava satisfeito com sua carreira e queria descansar após uma vida inteira dedicado às competições (wrestling e MMA).

Não demorou muito, no entanto, para que Henry impusesse condições para que possa voltar a calçar as luvas da organização. O atleta afirmou que quer gravar seu nome na história do esporte ao ser o único combatente da organização a ostentar três títulos em divisões diferentes.

“Eu quero o terceiro título porque quero ser diferente. Têm muitos duplos campeões. Obviamente, há apenas um ‘Triplo C’. Existe apenas um campeão olímpico, dos moscas e galos no mundo, mas isso é apenas para me cimentar nos livros de história como o maior lutador das artes marciais de todos os tempos”, disse Cejudo em entrevista ao ‘TMZ’.

Recentemente, Cejudo registrou imagens em que participava de treinamentos com a lenda do boxe, Mike Tyson e o ícone do MMA, Vitor Belfort. O atleta aprimora seu jogo em pé com os atletas e leva a sério a estratégia de tentar algo inédito dentro do UFC.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments