Marreta comenta possibilidade de Adesanya e Borrachinha nos meio-pesados: ‘O chumbo é mais grosso’

Brasileiro, que teve transição de sucesso na mudança de divisão manda recado a atletas que sugerem subir para a categoria dominada por Jon Jones

Representante dos meio-pesados (até 93kg.) do UFC desde 2018, Thiago Marreta é um exemplo de sucesso entre os atletas que deixaram a categoria dos médios (até 83,9kg.) e se deram bem na divisão de cima. Sabendo da intenção de Israel Adesanya e Paulo Borrachinha de migrarem de grupo no futuro, o lutador da Cidade de Deus (RJ) mandou um recado aos aspirantes, em entrevista exclusiva ao canal do YouTube do SUPER LUTAS.

Veja Também

Mike Tyson desafia Jon Jones, que aceita, mas coloca condição: ‘No ringue e no octógono’
Após vencer Volkov, Blaydes se vê sem adversários e aguarda luta por título: ‘Vou lutar contra quem?’
Dana White critica atuação de Curtis Blaydes: ‘Não esperaria uma luta pelo cinturão’

“Depende de cada um. Tem que ver como se sente bem. Eu subi porque estava difícil para mim o corte de peso. Outros caras de 84kg. subiram – (Chris) Weidman, (Luke) Rockhold – e acabaram batendo de frente. O muro estava alto. Viram que as coisas não são bem assim. Quando você quer mudar de categoria, acho que tem que pensar o motivo disso. É um risco, ainda mais quando você sobe. Você corta menos peso, está saudável, mas pode ter certeza que o chumbo é mais grosso”, afirmou Thiago.

Aproveitando o gancho, Marreta também respondeu se retornar à divisão em que iniciou sua trajetória no UFC seria uma possibilidade. O brasileiro, que em apenas lutas na categoria de cima chegou à condição de desafiar o campeão, Jon Jones, afirmou que só aceitaria o desafio sob condições pontuais.

“Pode acontecer. Tendo tempo para eu fazer o corte de peso e se for uma coisa que vale a pena, eu posso fazer uma superluta, mas, voltar para a categoria até 84kg. e permanecer nela, não”, finalizou.

Responsável por chocar o mundo e chegar perto de derrotar Jones em confronto realizado em julho do ano passado, Marreta se aproxima do seu retorno ao octógono após quase um ano parado. O atleta rompeu todos os ligamentos do joelho direito na disputa contra ‘Bones’, e acabou se afastando do esporte para se recuperar da cirurgia realizada após o UFC 239.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments