Técnico de McGregor confirma aposentadoria de irlandês: ‘Não posso convencê-lo a voltar’

Responsável por afiar o jogo do ‘Notório’, John Kavanagh evita cravar se decisão é definitiva, mas não acredita que pupilo vai voltar a atuar em um futuro próximo

J. Kavanagh em sessão de treinamento com C. McGregor para o UFC 246. Foto: Reprodução/Instagram

Desde que o lendário Conor McGregor anunciou – pela terceira vez -, no início de junho, sua aposentadoria precoce do MMA, muito se fala sobre os motivos da decisão. Alguns tratam como uma nova jogada de marketing, outros acreditam que o irlandês apenas se cansou das competições. Responsável por treinar o ‘Notório’, John Kavanagh confirmou que seu pupilo está, de fato, fora. Em uma transmissão ao vivo em sua conta no Instagram, o técnico comentou a polêmica.

Veja Também

Após derrota para Dustin Poirier, Dan Hooker sugere luta contra Charles do Bronx
Figueiredo aposta em ‘déjà-vu’ contra Benavidez em 18 de julho: ‘Vou nocautear’
Técnico de Amanda Nunes é diagnosticado com COVID-19, mas mira em retorno no UFC 251

“Conor está aposentado? Sim, até onde eu sei. Foi isso o que ele disse, não?”, questionou Kavanagh a uma pergunta feita por um seguidor.

John, mais do que muitos, conhece a maneira de pensar de McGregor, que ficou famoso pela forma de tratar sua carreira no MMA, elevando a níveis inimagináveis as promoções de suas lutas. Pensando na personalidade forte do irlandês, o técnico afirmou que McGregor apenas mudará de ideia se realmente quiser.

“Não consigo convencer Conor a fazer merd* nenhuma. Conor vai dizer o que ele vai fazer”, afirmou.

Mesmo com um anúncio público, Kavanagh evita cravar que a decisão de McGregor é, de fato, definitiva. Treinador do ‘Notório’ por anos, John sabe que tudo pode acontecer quando se trata do ex-campeão dos penas (até 65,7kg.) e leves (até 70,3kg.).
“Quem sabe o que vai acontecer no futuro… mas, por agora, ele está aposentado”, finalizou.

Conor anunciou a aposentadoria durante a realização do UFC 250, em 6 de junho. A diretoria do Ultimate, no entanto, não adotou a mesma postura que teve com o ex-campeão dos galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, que se retirou do esporte em maio. Na ocasião, a organização tirou o cinturão do ‘Triplo C’ e o ‘riscou’ de seus rankings. Mesmo fora, McGregor segue na quarta posição nos leves e em oitavo no grupo dos melhores peso por peso.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments