Eufórico, Vitor Belfort diz: “Bom brasileiro não foge da luta”

Na enorme confusão causada pelo cancelamento do UFC 151, devido a lesão de Dan Henderson, quem se deu bem foi Vitor Belfort. Após recusa de vários meio-pesados como Lyoto Machida e Mauricio Shogun, o “Fenômeno” foi convocado a retornar a divisão e encarar Jon Jones pelo título da categoria no UFC 152, evento que acontece dia 22 de setembro, em Toronto, no Canadá.

LEIALyoto recusa Jon Jones e Vitor Belfort disputa o cinturão dos meio-pesados no UFC 152

Feliz com a oportunidade, Vitor usou sua conta no Twitter para agradecer pela oportunidade e dizer que não foge desafios e espera um proporcionar um grande show aos fãs.

“Galera do Brasil, acabei de receber uma ligação do Lorenzo Fertitta (sócio majoritário do UFC) me oferecendo a luta com a lenda Jon Bones Jones. Eu cheguei a pular no teto, pois amo desafios”, escreveu Vitor no microblog. “Ele me falou que todos os desafiantes da categoria não quiseram lutar com ele. Como um bom brasileiro eu não fujo da luta, não vou deixar os fãs sem um belo espetáculo”, completou.

“Fiquem tranquilo que eu não deixei vocês na mão. Jon Jones vai ter que pegar um brasileiro ‘vintage’ e ao mesmo tempo novo”, continuou. “Estou confiante e feliz, conto com vocês na torcida. Eu imaginei o Carlson (Gracie) aqui ao meu lado. Escolher luta, jamais. Obrigado mestre, pois você mora dentro de mim”, encerrou Vitor.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário