Karol Rosa se empolga com apresentação na ‘Ilha da Luta’: ‘Todos vão saber quem sou eu’

Representante de um evento histórico, brasileira quer usar visibilidade de card para ganhar ainda mais notoriedade dentro do esporte; brasileira vai enfrentar Vanessa Melo este sábado

K. Rosa (foto) em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Próxima de sua segunda luta pelo Ultimate, Karol Rosa está empolgada para sua apresentação neste sábado (11), pelo UFC 251, em Abu Dhabi, quando enfrenta a compatriota Vanessa Melo. Buscando mais um resultado positivo na empresa, a brasileira falou, em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, sobre a expectativa para se apresentar em um dos cards mais recheados dos últimos anos.

Veja Também

UFC se manifesta após agressão de Mike Perry em restaurante nos Estados Unidos
Vanessa Melo justifica falha em corte de peso para o UFC 251: ‘Não foi culpa minha’
Durinho aposta em luta chata entre Usman e Masvidal no UFC 251: ‘Vão sentir minha falta’

Rosa estreou no Ultimate em agosto do ano passado, quando foi à China e derrotou Lara Procópio por pontos. Agora, a atleta terá todos os holofotes dos fãs de MMA para mostrar ainda mais suas qualidades.

Apresentação na ‘Ilha da Luta’

Neste final de semana, a brasileira fará história ao participar de um evento que marcará a reabertura do Ultimate para atletas que não residem nos Estados Unidos. Analisando a proporção do show, a capixaba mostrou empolgação para o confronto.

“Eu fiquei muito feliz por participar deste card. Vai ser o primeiro card na ‘Ilha’, então, estou ansiosa para saber como vai ser. Todo mundo está muito empolgado para assistir. É o momento de todo mundo conhecer quem é Karol Rosa”, afirmou a peso galo.

Luta sem público

Apesar de terem à disposição uma super estrutura, que está preparada para receber os atletas com todas as prevenções possíveis, por conta da pandemia, o público não estará presente na arena. Rosa, então, deu sua visão de como vai ser atuar sem torcida.

“Quando tem a torcida, você se empolga mais, mas, sem, eu consigo prestar mais atenção nos meus corners (treinadores). Eu acho que isso vai ser bom”, contou.

Previsão para o confronto

Apesar de feliz por participar do UFC 251, o compromisso de Karol acabará dividindo a torcida brasileira, já que a capixaba terá pela frente outra representante tupiniquim. Rosa, no entanto, considera que o desafio é normal e fez a previsão de como gostaria que o embate terminasse.

“Estou indo para finalizar ou nocautear. E se sair um nocaute e ganhar o ‘Bônus da Noite’(premiação de aproximadamente R$266 mil)? Seria perfeito. Estou bem preparada, já vinha treinando. Estou bem empolgada”, explicou Karol.

Futuro no UFC

Hoje, no Ultimate, diversos atletas têm se testado em outras categorias, buscando somar cada vez mais seus atributos. Karol também se imagina atuando em outra divisão e, no que depender da brasileira, a ação pode não demorar.

“Eu já fiz várias lutas entre as penas (até 65,7kg.). Pretendo até esse ano, quem sabe. Se vier uma oportunidade de lutar. Vou até pedir. Eu me sinto bem entre as penas. Para descer (às moscas), fica difícil (risos)”, finalizou.

Neste sábado, Rosa chegará à marca de 16 apresentações desde sua estreia como profissional no MMA. A combatente, hoje, tem 12 vitórias e três derrotas na carreira.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments