Pantoja espera vitória de Deiveson para conseguir revanche: ‘Luto com ele na mesma noite’

Brasileiro acredita que paraense vai conquistar o título da divisão neste sábado e aposta em triunfo sobre Askar Askarov, no mesmo card, para desafiar o último algoz

A. Pantoja quer revanche com D. Figueiredo no Brasil. Foto: Reprodução/Instagram

Número quatro entre os moscas (até 56,7kg.), Alexander Pantoja está a uma vitória de poder pedir uma luta pelo cinturão de sua divisão. Neste sábado (18), o atleta, que é o suplente imediato para luta principal do UFC Ilha da Luta 2, tem o compromisso de tirar a invencibilidade de Askar Askarov e, assim, se credenciar para desafiar o campeão. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o combatente falou sobre o confronto, palpitou sobre o resultado de ‘Deiveson x Benavidez’ e mostrou confiança ao falar do futuro no Ultimate.

Veja Também

Luana ‘Dread’ espera grande vitória em duelo brazuca neste sábado: ‘Vou para nocautear ou finalizar’
Como assistir o UFC Ilha da Luta 2, com Deiveson Figueiredo lutando pelo cinturão, AO VIVO pela televisão e internet
Dana White confirma veracidade de contrato exposto por Covington: ‘Está esperando Woodley’

Pantoja viajou para Abu Dhabi com a possibilidade de enfrentar três oponentes. De contrato assinado para enfrentar Askarov, o brasileiro seria o responsável direto para substituir um dos desafiantes ao cinturão na luta principal, caso algum imprevisto acontecesse. Para isso, o atleta afirmou que se preparou muito bem para o card deste final de semana.

“Estou 110% preparado. Eu venho treinando há muito tempo com a minha equipe. Eu treino em uma equipe gigante (American Top Team) e vou chegar bem para o desafio. (…) Eu já estou pronto para lutar pelo cinturão. Vou para enfrentar três adversários”, afirmou Alexandre.

Luta contra Askar

Depois de Figueiredo e Benavidez baterem o peso, em evento realizado na manhã desta sexta-feira (17), Pantoja ficou confirmado como adversário de Askarov na luta que abre o card principal. Visando um ótimo resultado, o atleta analisou o rival invicto no MMA.

“Ele é um cara bem técnico. Tem muita experiência. Ele vem do Wrestling, da luta greco-romana, mas estou pronto. Seu eu puder apostar, apostaria em um nocaute no primeiro round”, avaliou Pantoja.

Olho na luta principal

Protagonizando a oitava apresentação da noite, Alexandre não quer relaxar após seu compromisso deste sábado. O atleta confirmou que, após sua apresentação, ficará de olho no confronto entre Figueiredo e Benavidez e vai observar seu provável adversário.

“Eu quero ganhar do Askarov e, se o UFC quiser, na mesma noite, eu posso lutar contra o Benavidez e depois contra o ‘Daico’ (Deiveson). Vou mostrar isso no dia 18”, cravou.

Acerto de contas com Deiveson

Vindo de vitória sobre Matt Schnell, em dezembro do ano passado, Pantoja tem contas para acertar com Figueiredo. O paraense foi o responsável pela última derrota na carreira do compatriota, em julho do ano passado. Alexandre, no entanto, acredita que em um novo confronto o resultado seria diferente e explicou o porquê.

“Eu quis brigar muito (na primeira luta). Eu sou um cara muito técnico. Na luta com o ‘Daico’ eu quis fazer uma luta de matar ou morrer, mas acabou que eu levei alguns socos que me prejudicaram e isso mudou a história da luta. Eu estudei muito o que aconteceu, me reinventei como lutador e sei muito bem o que devo fazer agora”, contou.

Luta pelo cinturão

Alexandre não esconde a expectativa para sua aguardada disputa pelo cinturão da divisão. Passando pelo russo neste sábado, o combatente já traça planos até para o local e oponente que prefere enfrentar em sua sonhada chance.

“Eu quero com o ‘Daico’ no Brasil pelo cinturão. Seria incrível. Eu gostaria de lutar contra ele no Rio de Janeiro. Seria o final feliz do conto de fadas”, encerrou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments