IMAGEM FORTE: Lutador do UFC tem rosto esmagado e quase se aposenta por um erro médico

Corey Anderson, quarto no ranking dos meio-pesdos do UFC, relata desmaio dias após sua luta contra Jan Blachowicz, em fevereiro, e confirma tensão após dias de internação

C. Anderson revela drama pessoal. Foto: Reprodução/Twitter @ufc

Representante da elite dos meio-pesados (até 93kg.) do UFC, Corey Anderson viveu um drama pessoal nos últimos meses. O atleta revelou um episódio tenso ocorrido dias após sua dura derrota para Jan Blachowicz, em fevereiro, no qual caiu em uma pedra, ficou com o rosto esmagado (imagem forte abaixo) e correu risco de se aposentar do MMA por um erro médico. . Em sua conta oficial no ‘Instagram’, o norte-americano narrou a situação.

Veja Também

Sonho antigo de pai de Khabib pode trazer St. Pierre de volta ao MMA
José Aldo analisa derrota para Petr Yan e reafirma sonho de conquistar cinturão dos galos
Todd Stoute vence na luta principal do BRAVE 36 e mira em chance por cinturão

“Em 21 de fevereiro, depois da minha última luta, desmaiei e esmaguei meu rosto em uma estrada de pedras depois de horas caminhando e explorando o local. Fiquei cinco dias no pronto-socorro fazendo vários exames e análises de sangue para descobrir o que aconteceu. Me consultei com uma lista de médicos e todos, exceto um, me disseram que eu tinha sofrido uma concussão por falta de comida e água, depois de caminhar por horas na floresta. Um médico me disse que foi meu coração, que tinha parado de bater e que poderia acontecer de novo, mas, da próxima vez poderia ser em uma luta”, escreveu o atleta.

Ao ouvir as palavras do especialista, Anderson revelou a apreensão vivida no momento. O combatente, então, procurou mais informações e avaliações de diferentes profissionais.

“Fiz muitas viagens ao hospital de Nova York, me encontrando com vários especialistas diferentes e passando por dois procedimentos cardíacos muito dolorosos para encontrar mais provas. Um médico sugeriu que eu interrompesse minha carreira como lutador até que ficasse claro que meu coração estava seguro para competições”, contou.

Alívio após novo exame

No último exame, no entanto, a constatação. A tensão deu lugar à alegria quando o atleta soube que sua carreira não corria riscos e que ele poderia retornar à sua rotina como profissional no MMA.

“A partir da última segunda-feira, saí do hospital pela última vez após meu último procedimento com a nota de autorização em mãos e o médico me dizendo: ‘Parabéns, senhor Anderson, você pode voltar a bater nas pessoas”, comemorou o meio-pesado.

Lutador culpa comissão atlética

Corey, então, tentou justificou o que pode ter acontecido. O combatente culpou a comissão médica, que o autorizou, em fevereiro, a retomar atividades do cotidiano normalmente. “Depois da minha luta, a comissão e médicos falharam em fazer o devido controle após a luta e eu voltei a viver a vida como habitualmente. E paguei um preço muito alto. Este turbilhão de cinco meses colocou muitas das coisas em perspectiva e, como um lutador veterano, que no passado acabou de lutar e seguiu a vida de forma imprudente, sem qualquer cuidado com o descanso e saúde mental, tinha que continuar lutando”, explicou o norte-americano.

Por fim, Anderson mandou um recado para seus companheiros de profissão.

“Aconselho os outros lutadores a cuidarem da sua saúde, se levaram duros golpes na cabeça numa luta ou treino, tirem o tempo adequado para se recuperarem. Foi preciso ter o meu filho ali, sentado, olhando para mim em uma cama de hospital para perceber que há vida depois da luta e eu quero estar aqui para desfrutar dela. Lute inteligentemente, treine inteligentemente, mas recuperar e descansar é mais esperto. Use a sua cabeça enquanto ainda tem o cérebro para o fazer”, finalizou.

IMAGEM FORTE: Lutador do UFC tem rosto esmagado e quase se aposenta por um erro médico

C. Anderson (foto) narra drama pessoal após derrota para J. Blachowicz. Foto: Reprodução/Instagram

 

Ver essa foto no Instagram

 

Its been a long road back.. BUT never the less we are back! . . . . Feb 21st following my last fight I blacked out and collapsed smashing my face on a gravel road after scouting some land for hrs. Ended up in the ER for 5 days running numerous of test and blood work to figure out what happened. I seen a long list of different doctors, all but one said it was do to major concussion and lack of water and food after hiking through the woods for hrs. 1 doctor would tell me it was my heart… that my heart had stopped beating and it could happen again but next time in a fight!! Instantly my wifes face change and my emotions as well. I become angry with doctors bc i was scared internally. I would take many trips to NYU hospital meeting several different specialist during many more test and undergoing 2 very painful outpatient heart procedures to find more evidence to go along with that ONE doctors notes He had put a complete halt to my career as a fighter until it was clear my heart was safe to compete. And as of last monday night, I left hospital for the final time after my last procedure, with clearance note in hand, and the doctor telling me “Congrats Mr. Anderson, I can let you go back to beating people up!” . . . After my fight the commission/medics failed to do the proper after fight check up and I went back to living life as normal. And I paid a hefty price!! This whirlwind 5 months have put ALOT of things into perspective and as a veteran fighter who in the past has just fought with reckless abandoned with no care for rest and mental health long as I can keep fighting. I advise you other fighters to look after your health if you took some big shots to your head in a fight or practice, take the proper time to recover. It took me having my son sitting there looking at me in a hospital bed to realize there is real life after fighting and I want to be here to enjoy it. Fight smart, train smart, but recover and rest SMARTER!! Use your head while you still have the brains to do so. . Huge thank you to @taylorrpricee of the @ufc who was always on top of getting everything going EVERY STEP OF THE WAY! As well as @aliabdelaziz000 and Hunter Campbell #motivationmonday

Uma publicação compartilhada por Corey ‘Overtime’ Anderson (@coreya_mma) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments