Brunson garante acabar com rótulo de promessa de Shahbazyan: Nunca encarou alguém como eu’

Veterano no MMA, peso médio promete encerrar invencibilidade de jovem promissor e subir ainda mais na divisão

D. Brunson (foto) quer encerrar invencibilidade de E. Shahbazyan. Foto: Reprodução/Instagram

No Ultimate desde 2012, Derek Brunson é, sem sombra de dúvidas, um dos atletas mais rodados dentro da divisão dos médios (até 83,9kg.). Com grandes adversários no currículo, o norte-americano terá o compromisso de enfrentar uma das grandes promessas da organização, Edmen Shahbazyan, neste sábado (1), em Las Vegas (EUA). Mesmo ciente do duro compromisso, o veterano garante que o jovem não terá tarefa fácil no final de semana.

Veja Também

Renovado, Markus Maluko mostra expectativa para luta contra Eric Spicely neste sábado
Carlos Boi enfrenta Yorgan de Castro pelo UFC no card de 3 de outubro
Edmen Shahbazyan promete grande apresentação contra Derek Brunson neste sábado: ‘Minha melhor versão’

“Este definitivamente é o maior teste para ele. Ele nunca encarou alguém igual a mim. Alguém que consegue se equiparar com ele em velocidade e força”, disse Derek em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Mesmo se tratando de um oponente que não tem status de celebridade nas artes marciais mistas, Brunson entende que estará trocando forças com um talento a ser lapidado pela organização. Desta forma, o norte-americano enxerga o confronto contra Edmen uma oportunidade de receber um confronto de maior projeção em seu próximo compromisso.

“Ele é um grande lutador. Definitivamente eu preciso ir lá e ditar o ritmo. Essa luta pode me alçar para outra grande peleja. Estão falando dele como um provável desafiante ao cinturão, assim como disseram sobre o último cara que enfrentei (Ian Heinisch) e eu meio que tirei essa fama dele”, afirmou Derek.

Quando subir ao octógono neste final de semana, Brunson chegará à marca de 28 apresentações como profissional no MMA. Atual número oito da categoria, o norte-americano de 36 anos vem de duas vitórias consecutivas e busca confirmar a boa fase.

Aos 22 anos, Edmen tem menos da metade de lutas que seu rival. O atleta vai para sua 12ª apresentação – quinta no UFC – e nunca sentiu o gosto da derrota.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments