Vicente Luque e Jennifer Maia recebem R$261 mil por atuações no UFC Las Vegas 5

Brasileiros recebem bônus por performances após vitórias neste final de semana; revanche entre Bobby Green e Lando Vannata é premiada como ‘Luta da Noite’

V. Luque (foto) em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @luquevicente

Representantes brasileiros no UFC Las Vegas 5, realizado neste sábado (1), nos Estados Unidos, Vicente Luque e Jennifer Maia deixaram o espetáculo de bolso cheio após suas vitórias dominantes. Com grandes atuações, os combatentes receberam R$50 mil (cerca de R$261 mil), cada, como bônus de ‘Performance da Noite’. O prêmio de ‘Melhor Luta’ foi entregue a Bobby Green e Lando Vannata. A informação foi divulgada à imprensa pela assessoria do Ultimate.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute de Derek Brunson sobre Edmen Shahbazyan no UFC Las Vegas 5
VÍDEO: Assista a finalização de Jennifer Maia sobre Joanne Calderwood no UFC Las Vegas 5
Brunson atropela Shahbazyan e encerra invencibilidade de pupilo de Ronda Rousey no UFC Las Vegas 5

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Vicente Luque teve o duro desafio de bater o promissor Randy Brown no card principal. Favorito nas casas de aposta, a promessa dos meio-médios não decepcionou e conseguiu um nocaute devastador no jamaicano no segundo round. Com o triunfo, o atleta segue a trajetória rumo ao topo da divisão liderada por Kamaru Usman.

Uma das protagonistas da luta co-principal da noite, Jennifer Maia ignorou o peso de seu desafio e mostrou grande competência para derrotar a experiente Joanne Calderwood. Com uma performance impecável, a paranaense se mostrou superior tanto em pé quanto no chão, onde conquistou o triunfo após encaixar um chave de braço logo no primeiro assalto. O triunfo sobre a escocesa colocou a brasileira a um passo da disputa do cinturão das moscas (até 56,7kg.), que pertence a Valentina Shevchenko.

Com status de uma das lutas mais aguardadas da noite, a revanche entre Bobby Green e Lando Vannata não decepcionou. Reeditando um confronto realizado em 2017, quando os combatentes empataram em uma das lutas do UFC 216, os leves (até 70,3kg.) estavam dispostos a acertar as contas. Em uma peleja de três rounds, o experiente Brown saiu vitorioso na decisão unânime dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments