Justin Gaethje responde provocação de Khabib: ‘Vou criar uma carnificina’

Campeão interino dos leves, norte-americano mostra respeito ao rival do UFC 254, mas entende que pode sair vitorioso no confronto pela unificação do título, em 24 de outubro

Khabib (dir.) unifica o cinturão dos leves contra Gaethje (esq.) em outubro. Foto: Montagem SL

Depois de chocar o mundo e bater o temido Tony Ferguson, em maio deste ano, Justin Gaethje está próximo de mais um compromisso sombrio: Khabib Nurmagomedov. Após ser provocado pelo russo, que promove junto ao norte-americano a luta principal do UFC 254, em 24 de outubro, o campeão interino respondeu o novo adversário mostrando respeito, mas também confiança em seu talento.

Veja Também

IMAGEM FORTE: Luta no ‘Dana White’s Contender Series’ é interrompida após lesão chocante; Assista
Yoel Romero está fora de luta contra Uriah Hall em evento de 22 de agosto, diz site
Lutador do UFC relata drama após passar uma semana internado em UTI: ‘Quase morri’

“Nós não estamos lutando Wrestling. Vai haver uma zona em minha frente, mas não muito grande. Será uma zona de morte e eu tenho que representar a morte cada vez que ele entrar nesta zona. É nisso que eu sou melhor, criar uma carnificina. Criar ‘batidas de carros”, disse o norte-americano ao podcast de Michael Bisping, ‘Belive You Me’.

Na última semana, Khabib comentou uma publicação do principal comentarista do UFC, Joe Rogan, na qual o locutor elogia a técnica de Gaethje. Na ocasião, o russo afirmou que levará Justin ao oceano mais profundo, fazendo referência às dificuldades que irá impor ao adversário no duelo pela unificação do cinturão da divisão, em outubro.

Ciente das dificuldades que irá enfrentar ao trocar forças contra um dos melhores atletas da história recente do MMA, Gaethje tem a estratégia traçada para tentar anular o jogo de Khabib, que nunca foi derrotado em sua carreira como profissional no esporte.

“Meu único objetivo é subir lá (no octógono) e criar o máximo de ‘batidas de carro’ possível. Não importa se são nossos corpos que batem, nossas cabeças, ombros, meu punho na cabeça dele, seu punho na minha, não importa. Eu preciso criar colisões porque é a única maneira de bater este cara”, explicou.

Por fim, Justin destacou algo que usará como fator crucial para conquistar a vitória. Segundo o norte-americano, o ego de Khabib pode ser seu maior adversário no confronto entre ambos.

“Acho que sua maior fraqueza é acreditar que ele é invencível. (…) Ele se rodeia de pessoas que acariciam seu ego. Eu acredito que aquela cultura – é nisso que estou me apoiando – pode acariciar seu ego. Eu já vi isso lá. Já vi lutadores realmente se cercarem com um grupo que realmente os bombeia e os empurra para cima”, finalizou.

Além de uma das lutas mais esperadas do ano, o embate entre Gaethje e Khabib marcará a primeira apresentação do campeão linear desde a morte de seu pai, Abdulmanap Nurmagomedov, que morreu no início de julho, vítima de complicações da Covid-19.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments