Lutador do UFC revela ter sofrido abuso sexual na infância

Corajoso, peso pena chocou ao confessar que foi brutalmente estuprado por um homem aos nove anos

J. Gordon revela ter sofrido abuso na infância. Foto: Reprodução/Twitter @JFlashGordonMMA

Poucas coisas tem o poder que os esportes têm na vida de um ser humano. Por isso mesmo, muitas vezes, assuntos delicados e importantes acabam sendo ofuscados, não tendo o destaque que deveriam ter. Um deles é o relacionamento entre homens e, se isso ainda é um tabu no futebol e demais modalidades, no MMA, é um tema ainda mais delicado.

No entanto, Jared Gordon mostrou muita coragem e relatou uma experiência assustadora que teve em sua infância, que o traumatizou e lhe causou problemas para a vida. O peso pena do UFC (65,8kg) chocou seus fãs e a comunidade das artes marciais ao confessar ter sido estuprado aos nove anos.

Veja Também

Liberdade condicional de ex-UFC por abuso sexual contra menores gera revolta em Dan Hardy
Ex-lutador do UFC é preso nos Estados Unidos

“Fui abusado sexualmente por um homem aos nove anos de idade. Fui totalmente estuprado! Eu tive que fazer sexo oral e anal em um homem. Eu não tinha ideia do que estava acontecendo. Achei que tinha feito algo errado, como se estivesse sendo punido por algo. Até hoje, ainda posso sentir e lembrar os cheiros e sabores. Isso arruinou minha vida. Naquele momento, minha vida tomou um caminho completamente diferente daquele em que eu estava. Sei que isso me transformou em uma pessoa odiosa. Isso me tornou violento e, eventualmente, me levou às drogas e ao álcool. Jurei que mataria essa pessoa quando ficasse mais velha. Felizmente, essa ele acabou sendo pego em uma rede de pornografia infantil e teve outras acusações que o levaram à prisão. Esta é a coisa mais bizarra que eu já vi! Se você está chateado com isso, saia da minha frente. De maneira alguma no mundo, um menor pode dar consentimento ou entender sobre sexo. Eu nem sei mais o que dizer…”, revelou Gordon.

Como mencionado pelo próprio Jared Gordon, além da traumática experiência sofrida, ele se envolveu com drogas e por pouco não morreu devido a uma overdose. No entanto, ‘Flash’ deu a volta por cima ao encontrar o MMA e está limpo. O norte-americano, de 31 anos, possui 20 lutas como profissional, 16 vitórias e quatro derrotas e, em sua última aparição, superou, facilmente, Chris Fishgold, em julho de 2020.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments