Após finalizar Jon Fitch, Neiman Gracie enaltece adversário: ‘Um dos melhores da história’

Ao voltar a vencer no Bellator 246, brasileiro pretende ser mais ativo e mira uma nova disputa de cinturão ainda em 2020

N. Gracie (à dir.) elogia J. Fitch (à esq). Foto: Reprodução/Instagram @neimangracie

O destaque do Bellator 246, realizado no sábado (12), em Connecticut, nos EUA, deveria ser a disputa de cinturão do peso galo (61,2kg), porém Neiman Gracie roubou a cena. O brasileiro venceu o veterano Jon Fitch por finalização, no segundo round, o aposentou e teve uma postura louvável tanto no ringue quanto na coletiva de imprensa. O especialista em jiu-jitsu elegeu essa como a maior vitória de sua carreira, elogiou o norte-americano e o convidou para treinarem juntos.

Veja Também

Dana White revela que pediu ajuda de Donald Trump para impedir execução de lutador iraniano
Vídeo: Prestes a lutar no UFC Las Vegas 11, Khamzat Chimaev oferece ajuda a morador de rua nos EUA
Em atrito com o UFC, presidente do Bellator volta a afirmar que possui os melhores meio-pesados do MMA

“Como você não respeita um atleta como Jon Fitch? Ele é um dos melhores da história e essa é uma das maiores vitórias da minha carreira. Fitch é um dos melhores meio-médios de todos os tempos. Vocês podem gostar ou não, mas ele é. Lutou e venceu todos os meio-médios que se pode imaginar e só perdeu para campeões. Fitch é muito duro! Sou um grande fã e pedi para que ele viesse para Nova York treinar comigo e me ensinar algumas coisas, porque tenho muito a aprender com ele. A primeira finalização estourou o joelho de Fitch e ele gritou, mas não bateu. A segunda estava bem apertada, mas ele se defendeu bem. Foi uma grande luta e estou muito feliz”, elogiou Neiman.

A última aparição de Neiman foi, justamente, quando lutou pelo cinturão do peso meio-médio (77,6kg) da companhia, em junho de 2019, e ele acredita que a boa vitória sobre um dos nomes mais importantes da categoria o coloca, mais uma vez, perto da posição de desafiante.

“Na minha opinião, Fitch era o desafiante número um. Ele empatou com MacDonald, mas deveria ter vencido. Portanto, isso me coloca em primeiro lugar, com certeza. Se eu não lutar pelo cinturão na próxima rodada, enfrento qualquer um que estiver no topo. Mal posso esperar pela minha próxima luta. Quero lutar, novamente, esse ano. Lima vai lutar no mês que vem, então talvez possamos lutar em dezembro, se ele voltar para os meio-médios”, finalizou.

Neiman Gracie estreou pelo Bellator em 2015, quando tinha disputado apenas duas lutas no MMA. Pela organização, o atleta disputou nove lutas e venceu oito, sendo sete por finalização. A primeira e única derrota de sua carreira foi imposta por Rory MacDonald, em luta válida pelo título do peso meio-médio (77,6kg)

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments