Ultrapassado por Covington, Durinho critica ranking do UFC e volta a pedir luta pelo cinturão dos meio-médios

Brasileiro cai para a segunda posição no ranking do peso meio-médio e se posiciona para não ser esquecido pela organização

G. Durinho critica ranking do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Não é de hoje que o sistema de ranqueamento do UFC é criticado por algumas escolhas equivocadas, privilegiando alguns atletas e ignorando outros. O último a mostrar insatisfação foi Gilbert Durinho, que foi ultrapassado por Colby Covington no top-15 do peso meio-médio (77,6kg). O brasileiro, que estava na primeira posição após vencer o ex-campeão, Tyron Woodley, e alcançou o status de desafiante da categoria, não gostou de perder o lugar para o rival Covington, que passou pelo mesmo Woodley, que vinha de duas derrotas consecutivas, no UFC Las Vegas 11.

Temendo perder o status de desafiante, Durinho foi ao Twitter se posicionar e, novamente, pediu a chance de lutar pelo cinturão da categoria.

Veja Também

Depois de desafiar Leon Edwards, Stephen Thompson se torna alvo de Khamzat Chimaev
Dustin Poirier mostra interesse em luta de cinco rounds contra Tony Ferguson
Chateado com aposta em Chandler, Charles do Bronx mostra insatisfação com o UFC: ‘O que mais preciso fazer?’
Desafiado por Khamzat Chimaev, Israel Adesanya responde: ‘Nem conheço esse cara’
Indignado com estatística sobre Khamzat Chimaev, ex-árbitro ressalta feitos de Royce Gracie

“Só podem estar brincando comigo! Venci Woodley quando ele era o número um do ranking, Covington assistiu minha luta, repetiu o que eu fiz e está acima de mim? Ele acabou de vencer o número cinco, que vinha de duas derrotas e está sem alma. Quem faz esse ranking? Dana White, me envie o contrato o mais rápido possível #AndNew”, postou Durinho.

A preocupação de Gilbert Durinho faz sentido, já que o UFC, muitas vezes, valoriza mais os atletas que têm a capacidade de promover lutas e, de certa forma, esquece o mérito. Como Kamaru Usman e Colby Covington já se enfrentaram pelo cinturão do peso meio-médio e travaram uma batalha emocionante, elogiada publicamente pelo próprio Dana White, obviamente, há interesse em um novo encontro entre eles, ainda mais com a questão política envolvida.

Sabendo disso, o brasileiro costuma marcar presença nos eventos do UFC e tem sido bastante ativo nas redes sociais para não perder sua posição.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments