Dana White defende Covington de acusações de racismo contra Kamaru Usman: ‘Não vi isso’

Presidente do UFC 'absolve' norte-americano, que brincou com nacionalidade do campeão dos meio-médios

D. White em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O presidente do UFC, Dana White, apaziguou as críticas sobre Colby Covington, que voltou a ser acusado de racismo após uma discussão ao vivo com seu rival, Kamaru Usman. Na ocasião, o campeão dos meio-médios (até 77kg.) discutia com o norte-americano, depois da realização do UFC Las Vegas 11, quando o ‘Caos’ brincou com a nacionalidade do nigeriano, que havia ironizado o telefonema de Donald Trump a Covington.

Veja Também

Como assistir o UFC 253, com Adesanya x Borrachinha, AO VIVO pela televisão e internet
Podcast SUPER LUTAS #010 analisa os destaques do UFC Vegas 11 e traz a prévia para Adesanya x Borrachinha
Companheiro de treino de Adesanya, Hooker acredita em luta fácil para o amigo no UFC 253: ‘Será um passeio’
Anthony Smith estranha desafio feito por Johnny Walker e promete surra: ‘Diferentes níveis’

“Quem telefonou para você? Você recebeu uma ligação da sua pequena tribo? Alguém enviou sinais de fumaça para você? Você é uma piada”, disse Colby, em uma transmissão ao vivo pela ‘ESPN’.

Ao saber da situação, Dana se pronunciou. Em coletiva promocional para o UFC 253, que acontece neste sábado (26), o ‘chefão’ disse não entender a fala de Covington como racismo e que não há censura dentro da organização.

“Esses caras têm suas próprias causas, suas crenças. Nós não amordaçamos ninguém. A gente permite que todos falem o que querem”, disse o mandatário antes de completar. “Eu não acho que o que ele disse foi racista. Não ouvi nada de racista no que ele disse”, encerrou.

No último final de semana, Covington teve uma das melhores performances da sua carreira, ao bater o ex-campeão da categoria, Tyron Woodley. Com o triunfo, o norte-americano retornou oficialmente para a briga por uma futura de cinturão, que hoje pertence a Usman – último atleta a batê-lo.

Embora Colby esteja ansioso para uma revanche contra o campeão, Kamaru negocia um confronto contra Gilbert Durinho. A expectativa é para que o duelo aconteça no UFC 256, em 12 de dezembro. A luta, no entanto, ainda não está oficializada.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments