Niko Price mostra gratidão e reverencia ídolo Donald Cerrone: 'Quero ser como ele' | SUPER LUTAS

Niko Price mostra gratidão e reverencia ídolo Donald Cerrone: ‘Quero ser como ele’

Luta entre os atletas terminou empatada, mas 'Hybrid' não lamenta o resultado e aceita enfrentar o veterano novamente

N. Price (dir.) reverencia ídolo D. cerrone (esq.). Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Por mais que o UFC Las Vegas 11 tenha sido palco de uma rivalidade pesada entre Colby Covington e Tyron Woodley, também rendeu bons momentos. Na segunda luta mais importante do evento, Donald Cerrone e Niko Price empataram em duelo que confirmou a expectativa e agradou o público. No entanto, melhor que o confronto, só a reação de Price.

Na coletiva de imprensa pós-show, o norte-americano acredita que venceu o combate, mas preferiu enaltecer o veterano, que é um de seus ídolos no MMA. ‘The Hybrid’ aproveitou para se desculpar pelas dedadas nos olhos e surpreendeu ao revelar que não acreditava ser capaz de competir contra uma lenda do esporte.

Veja Também

“Acho que venci a luta, mas meus dedos cresceram um pouco e me senti mal por isso. Foi o desejo de enfrentar uma lenda. Quando acertei os olhos de Cerrone pensei “oh, não!” e me senti mal. Briguei comigo mesmo. Não tive má intenção. Meu objetivo é acertar o rosto do adversário e não os olhos. Pensei que iria nocautear logo no início, mas ele resistiu. Foi muito divertido. Nunca vou me esquecer dessa luta. Quando soube que Cerrone viria para os meio-médios, imediatamente, quis lutar contra ele e não sabia que conseguiria, porque eu não estava nesse nível de atuação. Fico feliz por ter conseguido!”, disse Price.

Como não houve vencedor, o atleta informou que aceitaria uma nova luta contra seu ídolo e, emocionado, disse que gostaria de ser o Cerrone da nova geração.

“100% aceito! Eu cresci assistindo Cerrone lutar. Minha carreira é inspirada nele e queria ser ele. Só não bebo. Mostramos fairplay e respeito. Nos cumprimentamos em todos os rounds e nos abraçamos no terceiro. Eu nunca abraço um homem que quero socar no terceiro round, porque, normalmente, o mato! Mas estamos falando de Cerrone! Ele sorria e eu adorei. Essa luta foi gloriosa para mim! Ele está no MMA há bem mais tempo do que eu. Cerrone deve ter o triplo de lutas que eu tenho. O que ele fizer, estarei apoiando. Cerrone é O cara e adoraria ser o próximo ‘Cowboy’, com meu próprio estilo”, finalizou.

A luta contra Donald Cerrone foi a segunda de Niko Price em 2020. Anteriormente, o lutador havia sido nocauteado por Vicente Luque, em maio. Apesar de inconstante no UFC ‘The Hybrid’ é um dos atletas mais empolgantes e carismáticos da organização, pois seu estilo de luta agrada os fãs tanto nas vitórias quanto nas derrotas.

 

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments