Companheiro de treino de Adesanya, Hooker acredita em luta fácil para o amigo no UFC 253: ‘Será um passeio’

Quarto no ranking do peso leve, neozelandês enxerga brasileiro como adversário ideal para o estilo de luta do campeão e cita atletas mais perigosos

D. Hooker (esq.) aposta em show de I. Adesanya (dir.) no UFC 253. Foto: Reprodução/Instagram

Faltando apenas alguns dias para o tão aguardado combate entre Israel Adesanya e Paulo Borrachinha, válido pelo UFC 253, em Abu Dhabi, acontecer, as declarações aumentam ainda mais a expectativa para o duelo. Se os protagonistas da disputa de cinturão do peso médio (83,9kg) esquentaram o clima, os membros de suas equipes também não deixaram a desejar. Dessa vez, Dan Hooker, parceiro de treino do campeão, opinou sobre o duelo.

Ao site norte-americano Submission Radio, o quarto no ranking do peso leve (70,3kg)) não concorda com a ideia de que a luta principal do evento será uma guerra e aposta em um passeio de Adesanya. Além disso, Hooker considera outros médios mais perigosos que o brasileiro.

Veja Também

Adesanya explica encontro com Borrachinha e nega clima amistoso: ‘Fui checar sua energia’
Borrachinha muda tom ao falar de Adesanya: ‘Ou é um grande ator ou é um cara legal mesmo’
Dominick Reyes comemora ter Jan Blachowicz como adversário pelo cinturão: ‘Parece mais fácil’
Jan Blachowicz prevê nocaute em Dominick Reyes e crava: ‘Serei melhor que Jones’
Cansado de lutar, Diego Sanchez planeja inaugurar escola da autoconsciência com seu mentor

“Adesanya vence. Essa é a luta mais fácil da noite. Ele vai bater bastante em Paulo. Será um monólogo! Paulo é um trocador grande, musculoso e lento. Se eu tivesse que imaginar um adversário que lutaria mal contra Adesanya, com certeza, teria essas características: grande, forte, com trocação limitada e que sempre caminha para a frente, disposto a receber os golpes. Aposto que Adesanya vai nocautear no terceiro, quarto ou quinto round. Não acho que Paulo pertença ao reino de Adesanya e Whittaker. Whittaker, Cannonier e Hermansson são lutas mais difíceis para Adesanya do que Paulo”, disse Hooker.

Sobre o surpreendente encontro dos rivais, que viralizou nas redes sociais, Hooker negou que o clima entre eles seja amigável.

“Não achei o encontro muito amigável. Conheço Adesanya e ele estava apenas cutucando o urso, o chamando de magro e Paulo não teve muito o que dizer. Sinto que foi Adesanya que procurou o encontro e Paulo tentou minimizar a situação. É difícil ler as expressões faciais e a intensidade quando se usa máscaras”, finalizou.

Dan Hooker treina com Israel Adesanya e Alexander Volkanovski, campeões do peso médio e pena (65,8kg) do UFC, respectivamente, na academia City Kickboxing e, apesar de não ser o número um de sua categoria, é o capitão da equipe.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments