Com luta marcada, Thiago Marreta desafia Jan Blachowicz e Israel Adesanya

Aos 36 anos, brasileiro mostra confiança ao mirar os campeões dos meio-pesados e médios e acredita que pode vencer ambos

T. Marreta desafia J. Blachowicz e I. Adesanya. Foto: Reprodução/Instagram

Se o anúncio da ida de Jon Jones para o peso pesado (120,2kg) deu nova vida aos meio-pesados (93kg), o título conquistado por Jan Blacowicz animou ainda mais os atletas. No mesmo dia que o polonês nocauteou Dominick Reyes, o brasileiro Thiago Marreta expressou toda sua felicidade e o parabenizou nas redes sociais.

Contudo, o brasileiro sabe que, para enfrentar o campeão, novamente, não poderá apenas elogiá-lo. Ao site norte-americano MMA Junkie, Marreta, que lutou contra Blachowicz, em 2019, não acredita que o atual número um dos meio-pesados tenha apresentado grande evolução e prometeu nocauteá-lo mais uma vez.

Veja Também

Empresário de Borrachinha detona ‘sarrada’ de Adesanya: ‘Coisa de vagabundo, safado!’
Israel Adesanya não esquece rivalidade com Paulo Borrachinha e volta a atacar brasileiro
Desafiado por Israel Adesanya, Jon Jones responde e provoca rival: ‘Você não quer me enfrentar’
Thiago Marreta parabeniza Blachowicz por título e manda recado a polonês

“Não acho que Blachowicz mudou muito. Ele ganhou mais experiência, mas não vejo muita diferença do Blachowicz de agora para o que enfrentei. Cada luta é diferente, mas, com certeza, vou largar o martelo. Vou tentar nocautear e, com certeza, conseguirei! Posso nocautear qualquer um. É isso que eu gosto de fazer e o que, geralmente, faço com meus oponentes”, disse Marreta.

O nocaute aplicado por Blachowicz em Dominick Reyes, no UFC 253, pode ter surpreendido os fãs e membros da imprensa, mas não o brasileiro.

“Eu disse aos meus amigos que Blachowicz poderia nocautear. Ele tem mãos pesadas e Reyes deveria ter se movido mais. Ele não se movimentou bem, estava estranho e fez o jogo errado. Blachowicz é perigoso em pé e fez o que deveria fazer”, revelou.

Pensando grande, Marreta planejou sua carreira e, após ser campeão dos meio-pesados, deseja uma luta contra o campeão do peso médio (83,9kg), Israel Adesanya, e o desafiou de forma amigável.

“Grande luta, Adesanya! Você é incrível! Tenho algumas coisas a fazer primeiro, mas, quem sabe, eu não tenha a honra de dividir o octógono com você algum dia?”, postou o brasileiro em seu Twitter.

Vale lembrar que, antes de alcançar o sucesso no UFC, Thiago Marreta sofreu em seu início na organização. O atleta perdeu duas das três primeiras lutas que disputou, mas, aos poucos, foi se ambientando e, até hoje, foi o único que levou Jon Jones a vencer uma luta na decisão dividida dos juízes.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments