Justin Gaethje reprova atitudes de Colby Covington e parte para as ofensas: ‘Só não é pior que pedófilos e assassinos’

Campeão interino do peso leve do UFC faz duras críticas ao comportamento do compatriota no comício pró-Donald Trump e gostaria de enfrentá-lo um dia

J. Gaethje (esq) posa ao lado de C. Covington em campanha pró-Donald Trump. Foto: Reprodução/Instagram

Poucos atletas gostam de cultivar inimigos no MMA, mas esse não é o caso de Colby Covington, que faz questão de ser odiado. A lista de desafetos de ‘Chaos’ segue aumentando e o nome da vez é Justin Gaethje. Recentemente, os lutadores se encontraram ao participarem de um comício a favor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em Nevada, e a impressão que o campeão interino do peso leve (70,3kg) teve não foi nada boa.

Na coletiva de imprensa do UFC 254, realizada virtualmente, Gaethje expressou todo seu descontentamento com o comportamento do compatriota e pegou tão pesado nas críticas, que comparou Covington a tudo que há de pior no mundo.

Veja Também

Khabib nega aposentadoria após enfrentar Gaethje e espera anúncio grandioso do UFC: ‘Dana prometeu’
Thiago Marreta pede luta contra Israel Adesanya e promete: ‘Farei melhor que Borrachinha’
Chris Weidman compara estilos de Israel Adesanya e Anderson Silva e dispara: ‘Luta fácil’
Após acusar Borrachinha de doping, Adesanya se defende da mesma suspeita: ‘Não preciso disso’

“No dia seguinte, eu estava elogiando Covington pelo quão profissional era e como se portava, mas começou a dar muitas entrevistas e, agora, provavelmente, odeio aquele homem mais do que qualquer um no planeta, exceto pedófilos e assassinos”, disse Gaethje.

E não parou por aí. ‘The Highlight’ continuou o ataque e revelou que adoraria agredi-lo.

“Covington é um covarde, um falso! Ele age como um cara de coração mole e, quando ligam as câmeras, vira um covarde, uma pessoa falsa. Nunca conheci alguém tão falso como Covington. Como homem, eu adoraria dar um tapa na cara dele’, finalizou.

Apesar de terem a mesma ideologia política, Justin Gaethje pode ter dito isso em defesa de seu empresário, Ali Abdelaziz. Há alguns anos, ele e Colby Covington brigaram publicamente e tiveram que ser contidos pelo atual campeão do peso meio-médio (77,6kg) do UFC, Kamaru Usman. Além disso, Covington ficou conhecido por seus ataques ao Brasil e, recentemente, foi acusado de racismo por diversos atletas, incluindo o próprio Usman, Israel Adesanya, Tyron Woodley, Leon Edwards, entre outros.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments