Após ter revanche confirmada por Dana White, Whittaker diz que não tem pressa para enfrentar Adesanya

Ex-campeão se colocou em ótima posição ao confirmar o favoritismo contra Jared Cannonier, mas não deseja forçar um novo encontro com o rival

R. Whittaker não tem pressa para ter revanche contra I. Adesanya. Foto: Reprodução/Facebook RobertWhittaker

Algo curioso aconteceu no peso médio (83,9kg), após o UFC 254, evento realizado no sabado (24), em Abu Dhabi. Na atração, Robbert Whittaker confirmou o bom momento ao superar Jared Cannonier, conquistou a segunda vitória consecutiva e está próximo de realizar a revanche contra Israel Adesanya. No entanto, apesar do próprio Dana White mostrar interesse no novo combate, o neozelandês esfriou os planos.

Na coletiva de imprensa pós-show, o ex-número um da categoria admitiu que tem o desejo de se vingar do rival, mas também não mostrou ter pressa para isso. Tanto que não veria problema, caso o nigeriano decidisse realizar superlutas nas categorias acima.

Veja Também

Após UFC 254, Dana admite negociar revanche entre Whittaker e Adesanya pelo cinturão
Após assistir vitória de Whittaker no UFC 254, Borrachinha desafia ex-campeão: ‘Luta incrível’
Dana White lamenta e não acredita que Khabib Nurmagomedov volte a lutar: ‘Aposentadoria real’
Com o cinturão do peso leve vago, Michael Chandler gostaria que o UFC realizasse um torneio com quatro lutadores

“Adesanya é difícil, uma luta complicada e parece melhorar a cada atuação. Ele me venceu uma vez, mas estou confiante. Posso apresentar truques novos e lutar de forma diferente. Não estou pensando nele. Adesanya pode subir para os meio-pesados ou pesados se quiser. Isso não me incomoda. Quero lutar contra ele no futuro. Seja no octógono ou no estacionamento. Nossos caminhos vão se cruzar novamente. Como guerreiro, é algo que preciso fazer, mas não estou preocupado com quem vou lutar. Minha mentalidade é: vou lutar e não vou cair. Sou muito bom nisso”, disse Whittaker.

A derrota por nocaute sofrida para Adesanya fez muitos fãs duvidarem se Whittaker conseguiria se recuperar na carreira, porém ‘The Reaper’ não se importa com a descrença de quem não o conhece e lembrou que não deve ser descartado.

“Não acho que as pessoas tenham esquecido do que eu fiz. Também não ligo para o que pensam. Os que me conhecem, sabem do que sou capaz. Luto há muito tempo e contra os melhores. Ainda estou aqui”, finalizou.

A postura de Robert Whittaker foi inusitada, já que, mesmo em boa fase, minimizou um novo embate contra Israel Adesanya, o homem que o nocauteou e, consequentemente, lhe tirou o cinturão do peso médio, algo que Paulo Borrachinha insiste em ter, apesar do pesado revés por nocaute no segundo round. Antes de superar Jared Cannonier, o neozelandês venceu Darren Till, também em 2020.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments