Parceiro de treinos de Anderson Silva promete show do brasileiro no sábado: ‘Vão se surpreender’

Responsável por afiar a preparação de ‘Spider’ no duelo contra Uriah Hall, que marca a despedida da lenda do UFC, Roberto Facada fala sobre condição do brasileiro para o confronto e esclarece sobre possível aposentadoria

Os fãs de MMA acompanharão um momento histórico neste final de semana. No sábado (31), pelo UFC Las Vegas 12, um dos maiores nomes da história do esporte, Anderson Silva deve se despedir oficialmente do Ultimate no confronto contra Uriah Hall. Aos 45 anos, a lenda quer deixar a empresa com um show e, em entrevista exclusiva ao canal no YouTube do SUPER LUTAS, o principal parceiro de treinos do brasileiro para o confronto, Roberto Facada, analisou a preparação do ‘Spider’ no duelo.

Veja Também

Israel Adesanya dá conselho para Uriah Hall vencer Anderson Silva no UFC Las Vegas 12: ‘Basta fazer o básico’
Anderson Silva dá declaração inusitada sobre primeira luta contra Sonnen: ‘Maior surra que levei’
Perto de se aposentar, Anderson Silva diz ter saudade dos antigos donos do UFC: ‘Nos tratavam como membros da família’

Profissional no MMA desde 2009, Roberto acompanha Silva em seus compromissos há mais de 10 anos. Profundo conhecedor das qualidades do atleta, Facada não tem dúvidas de que o companheiro promoverá um grande espetáculo neste final de semana.

Preparação de Anderson

Conhecido com o melhor peso médio (até 83,9kg.) do MMA, Anderson dispensa qualquer apresentação. Mesmo aos 45 anos, Roberto garante que o brasileiro está em perfeitas condições para encarar um atleta mais jovem e perigoso no UFC Las Vegas 12.

“A gente está fazendo cinco rounds direto. Estou aprendendo bastante. Ele está duro, em forma demais, muito bem treinado. Eu brinco com ele: ‘o tiozão está no shape (bem fisicamente)’. Estou tomando um sufoco aqui”, brincou Facada.

Expectativa para luta contra Hall

No confronto que deve selar a despedida de ‘Spider’ do UFC, a diretoria não quis saber de dar moleza para o ex-campeão. Uriah foi o atleta escolhido para trocar forças contra o paulista e, assim, Facada avaliou como imagina o confronto se desenrolando.

“Eu acredito que é um jogo bom para o Anderson. Vai ser uma luta boa, interessante, mas acredito o Uriah Hall não vai querer ficar trocando (lutando em pé). Ele vai querer enrolar e colocar para baixo”, disse o parceiro.

Vantagens de Anderson sobre o oponente

Famoso pelo estilo único e que fez história ao atropelar diversos rivais ao longo dos anos, Silva tentará colocar seu arsenal novamente em prática dentro do octógono. Desta forma, Facada acredita que a experiencia acumulada vai fazer a diferença na despedida.

“Anderson é um contragolpeador. Eu acredito muito na parte em pé dele. No clinch, principalmente, ele é muito forte. Jogo de joelho, cotovelo. Vai ser uma luta boa. A luta não vai para o chão, não. Vai terminar em pé, não desmerecendo o Uriah Hall, é um cara muito perigoso. Mas, se for trocar porrada, o Anderson tem mais jogo”, explicou Roberto.

Pronto para o ‘adeus’

Embora evite cravar que o embate contra Hall será sua despedida oficial do MMA, tudo indica que o confronto selará seu adeus ao UFC, onde viveu seus melhores momentos na carreira. Facada, então, comemora o tempo de preparação com o companheiro e garante um lutador competitivo para este sábado.

“Você vai se impressionar com ele. Eu brinquei com ele: ‘vou chegar aí e você vai estar gordinho. Vou te bater muito’. Cheguei aqui ele estava no shape. Falei: ‘estou ferrado. Vou apanhar muito’.

Previsão para o final do confronto

Conhecido como um dos maiores nocauteadores da história do esporte, Anderson quer encerrar sua passagem pelo Ultimate com chave de ouro. Para isso, Roberto não vê desfecho melhor como o do companheiro acabar com o duelo antes da decisão dos juízes.

“Nocaute, não consigo ver diferente. Para chocar a galera”, cravou.

Anderson se aposenta, ou não?

É impossível confirmar o que se passa na cabeça de um dos maiores campeões de todos os tempos. Em entrevistas recentes, Anderson tem sinalizado que pode ser visto se apresentando no futuro. Facada, então, deu sua opinião.

“O atleta sabe a hora de parar, quando o corpo não aguenta mais. Já não é o caso dele. Ele tem muita lenha para queimar. Acredito que não (se aposente)”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments