Uriah Hall explica pedido de desculpa a Anderson Silva após nocaute brutal: ‘Me senti mal’

Responsável por bater brasileiro na despedida da lenda do Ultimate, jamaicano revela semana emotiva para confronto contra um de seus ídolos

U. Hall mostra total respeito a A. Silva após bater o brasileiro no UFC Las Vegas 12. Foto: Reprodução/Instagram

Se foi um momento difícil para todos os fãs de Anderson Silva, o mesmo pode se dizer sobre Uriah Hall. Responsável por bater duramente o brasileiro na luta principal do UFC Las Vegas 12, realizado neste sábado (31), o jamaicano não escondeu o sentimento de tristeza ao nocautear uma lenda do esporte e explicou o pedido de desculpas feito ainda no octógono.

Veja Também

Uriah Hall estraga festa brasileira e vence Anderson Silva por nocaute no UFC Las Vegas 12
VIDEO: Assista o nocaute sofrido por Anderson SIlva no UFC Vegas 12
Vídeo: Após derrotar Anderson Silva, Uriah Hall não contém emoção, chora e mostra total respeito à lenda
Dana White é duro ao criticar atuação de Anderson Silva contra Uriah Hall: ‘Não devia ter deixado ele lutar’

“Eu me senti mal. Passei por muitas emoções. Nós sabemos que Anderson é um gênio, por tudo o que fez pelo esporte. Ele inspirou um cara como eu, anos atrás, quando eu era jovem. Foi difícil separar as emoções, enfrentar seu ídolo, derrotá-lo. Foi estranho. Depois do evento, todas as emoções vieram. Eu pedi desculpas”, disse Hall, que, ainda no octógono, chorou muito depois do triunfo sobre o brasileiro.

Embora tenha deixa deixado a arena de batalha com um grande resultado, Uriah levou alguns sustos durante o embate contra Silva. Nos primeiros rounds, o jamaicano acabou sendo surpreendido em algumas ocasiões e analisou as qualidades do ‘Spider’.

“O que faz Anderson Silva grande é sua criatividade. Era arriscado. Meus treinadores falavam para eu fazer o simples, porque é fácil ficar perdido. Eu tenho um estilo parecido, de ir lá e me divertir, mas, desta vez, decidimos fazer o simples”, finalizou.

Embora tenha confirmado que o UFC Las Vegas 12 representou, de fato, seu adeus ao Ultimate, Anderson, de 45 anos, não cravou sua aposentadoria definitiva no esporte.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments