Escalado para a 'luta da vida', Charles do Bronx analisa confronto contra Ferguson: 'Vou chocar o mundo' | SUPER LUTAS

AO VIVO

Siga o UFC 266 com duas disputas de cinturão

Escalado para a ‘luta da vida’, Charles do Bronx analisa confronto contra Ferguson: ‘Vou chocar o mundo’

Confirmado com o novo adversário do ‘Bicho Papão’ para o UFC 256, brasileiro, fala sobre embate com exclusividade ao SUPER LUTAS e se empolga com desafio

Considerado um dos nomes mais temidos na divisão dos leves (até 70,3kg.), Charles do Bronx tanto insistiu, que conseguiu ser confirmado para a luta mais importante da sua carreira, até o momento. Pelo UFC 256, em 12 de dezembro, o brasileiro será colocado frente a frente com o temido Tony Ferguson e, em entrevista exclusiva ao canal no YouTube do SUPER LUTAS, analisou o desafio que pode colocá-lo em ótima posição para uma futura disputa de cinturão.

Veja Também

Atual número seis no ranking do peso leve, Charles vem comprovando a cada luta que merece uma oportunidade de enfrentar os lutadores da elite do grupo. Com sete vitórias imponentes em sequência, agora, o atleta terá a aguardada chance.

Convite para enfrentar Tony

Embora venha pedindo um confronto contra os melhores da divisão há tempos, o convite para encarar Ferguson acabou vindo de última hora. O duelo foi confirmado no fim da última semana, e, desta forma, o brasileiro terá menos de um mês para o duelo. Charles, então, explicou como foi o processo de negociação.

“Eu vinha falando para algumas pessoas que eu seria chamado de última hora, que tinha que me manter treinado, focado. Tive o convite em cima da hora para lutar contra o Tony Ferguson em 12 de dezembro e não tem como eu sair de uma luta dessa. Sei que está muito em cima. Eu queria muito uma luta dessa com bastante tempo para poder treinar e chegar 100% pronto, mas não tem como eu negar, uma que venho pedindo desde o começo do ano. Chegou a oportunidade”, afirmou.

Empolgação para o duelo

Com a confirmação para o duelo, Charles terá a chance de provar que não é mais uma promessa na categoria, e, sim, uma realidade. O lutador, então, não escondeu a emoção de estar diante do ex-campeão interino da divisão em dezembro.

“(Ferguson) dispensa comentários. É um fenômeno. Um cara muito duro. Era tudo o que eu mais queria, aquilo que eu queria escutar do UFC, de chegar um contrato para mim, que é um cara que vou me testar, mostrar tudo o que eu venho evoluindo”, comemorou o brasileiro.

Análise do confronto

Mesmo em posição de destaque na categoria e na melhor fase de sua carreira, Do Bronx entende que todo cuidado é pouco quando o assunto é o ‘Bicho Papão’. Conhecido por sua versatilidade no octógono, o norte-americano assombra a categoria há anos e o paulista analisou o que precisa fazer para não ser surpreendido.

“O Tony é um cara difícil de lutar. Do nada, ele está em pé e entra nas suas pernas se jogando. Você está trocando com ele, ele manda o cotovelo giratório. Ele é muito difícil de cansar, anda para frente o tempo inteiro batendo. A preocupação que tenho que ter é esse volume, dele vir batendo e entrar nas pernas. Luta é luta, mas acho que vou sair melhor na parte agarrada, no jiu-jitsu. Lógico que tenho que ficar esperto. Ele pega bastante triângulo de mão, bastante guilhotina. É um cara esperto, malandro. (…) Eu vou chocar o mundo, vou lutar de um jeito como eu nunca lutei, consciente, concentrado, focado, fazendo a estratégia que montamos. Quero fazer acontecer”, finalizou.

No dia 12, caso saia vitoriosos, Charles, enfim, chegará ao top-5 da categoria e deverá assumir a terceira posição, que, hoje, pertence a Ferguson. Além da grande conquista profissional e se aproximar mais do que nunca de uma luta pelo título, Do Bronx confirmará a boa fase, com oito resultados positivos em sequência.

Siga a disputa de cinturão no Boxe + UFC 266 AO VIVO

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments