Após 'guerra' no UFC 256, Deiveson e Moreno recebem mais de R$250 mil, cada, por 'Luta da Noite' | SUPER LUTAS

AO VIVO

Siga o UFC 266 com duas disputas de cinturão

Após ‘guerra’ no UFC 256, Deiveson e Moreno recebem mais de R$250 mil, cada, por ‘Luta da Noite’

Brasileiro e mexicano levam bolada depois de batalha emocionante na última luta do card; algozes de Jacaré e Moicano são premiados por performances

D. Figueiredo (dir.) e B. Moreno (esq.) fizeram uma das lutas mais emocionantes da história do peso mosca do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonistas de um dos melhores embates da história do peso mosca (até 56,7kg.), Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno foram agraciados com o bônus de ‘Luta da Noite’ no UFC 256. Na última apresentação do evento, realizado neste sábado (12), em Las Vegas (EUA), os atletas promoveram uma verdadeira batalha na disputa pelo título da divisão. Após o empate, os combatentes levaram US$50 mil (cerca de R$253,5 mil), cada. Kevin Holland e Rafael Fiziev levaram a mesma quantia por suas performances. A informação foi divulgada pela assessoria do Ultimate.

Veja Também

Depois de fazer história e se tornar o primeiro campeão a defender seu título por duas vezes em 21 dias, Figueiredo não teve vida fácil contra Moreno. Diante de um rival com as mãos afiadas e uma resistência impressionante, o brasileiro deixou tudo no octógono e manteve o posto de líder do grupo após um empate na decisão majoritária dos juízes. Após uma luta empolgante, os combatentes deixarão Las Vegas com o bolso cheio.

Responsável por ‘estragar a festa’ de Ronaldo Jacaré na volta do amazonense à divisão dos médios (até 83,9kg.), Kevin Holland foi premiado com um dos dois bônus de performance. Contra o brasileiro, o norte-americano, que completou sua quinta luta em 2020, se aproveitou de um descuido do rival e protagonizou um nocaute brutal contra o veterano, que sucumbiu no primeiro round.

Mais um adversário de brasileiro deixou o evento com a carteira recheada. Oponente de Renato Moicano no card preliminar, Rafael Fiziev superou o tupiniquim com um nocaute devastador no minuto final do primeiro assalto. Mesmo com controvérsias quanto a interrupção – para alguns – precoce do árbitro, o quirguiz teve uma grande atuação contra Renato, que fazia sua segunda luta no peso leve (até 70,3kg.).

Siga a disputa de cinturão no Boxe + UFC 266 AO VIVO

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments