Após nova derrota, Dana afirma que resultado pode selar demissão de Cigano do UFC

Ex-campeão do peso pesado da empresa sofreu o quarto revés consecutivo no embate contra Ciryl Gane e pode ser incluído em barca de dispensas

J. Cigano foi derrotado por C. Gane no UFC 256. Foto: Reprodução/Instagram

A derrota de Júnior Cigano no UFC 256, realizado neste sábado (12), em Las Vegas (EUA), pode ter selado a despedida do brasileiro na organização. Em coletiva após o espetáculo, o presidente da companhia, Dana White, revelou que o revés sofrido para Ciryl Gane deve fazer com que o ex-campeão do peso pesado (até 120,2kg.) seja incluído na lista de dispensas que será promovida ainda em 2020.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Dana White, ao ser questionado se o revés de Cigano justificaria sua demissão, o mandatário foi sucinto: ‘Possivelmente’, cravou o presidente.

Líder da divisão até 120,2kg. entre 2011 e 2012, Cigano definitivamente não vive o melhor momento de sua carreira. Com quatro derrotas em sequência, o atleta não tem conseguido colocar em prática as estratégias que o tornaram mundialmente conhecido no MMA.

PUBLICIDADE:

Neste final de semana, o brasileiro ficou frente a frente com uma das grandes promessas do grupo e acabou sofrendo mais um nocaute em sua carreira, o quatro consecutivo.

Há alguns dias, o UFC surpreendeu ao dispensar o veterano Yoel Romero, que, por anos, assombrou a categoria dos médios (até 83,9kg.). Questionado, White revelou, após o UFC Las Vegas 16, que haverá cerca de 60 cortes ainda este ano e atletas renomados com mau retrospecto recente podem ser, de fato, demitidos.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?

Comentários

Deixe um comentário