Júnior Cigano perde para Ciryl Gane, sofre quarta derrota consecutiva e se complica no Ultimate | SUPER LUTAS

Júnior Cigano perde para Ciryl Gane, sofre quarta derrota consecutiva e se complica no Ultimate

Brasileiro tem atuação abaixo do esperado e acaba nocauteado no card principal do UFC 256

J. Cigano (esq.) sofreu a quarta derrota consecutiva com as luvas do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-campeão do peso pesado (até 120,2kg.) do Ultimate, Júnior Cigano voltou a decepcionar. Na luta que abriu o card principal do UFC 256, realizado neste sábado (12), em Las Vegas (12), o brasileiro acabou superado por Ciryl Gane com um nocaute no segundo round, sofreu sua quarta derrota consecutiva e se complicou de vez na organização.

Veja Também

Neste final de semana, Cigano, que liderou a categoria entre 2011 e 2012, precisava de um resultado positivo para provar que ainda é capaz de se apresentar em alto nível. No entanto, o catarinense mostrou pouco do lutador que um dia ostentou o cinturão do grupo.

Com o triunfo sobre o brasileiro, Gane se confirma como um sério candidato a uma disputa do título no futuro. Além de bater o número sete do ranking, o francês confirmou sua invencibilidade na carreira.

Após o duelo, houve uma breve discussão entre os atletas. O ex-campeão reclamou que um dos ataques desferidos pelo adversário – que foi providencial para o nocaute – teria sido conectado na nuca. Mesmo assim, o anúncio oficial confirmou Ciryl como vencedor.

A luta

Gane tomou a iniciativa no confronto com um chute baixo e um direto. O brasileiro buscou as pernas do rival, mas Ciryl conseguiu se desvencilhar. O francês voltou a atacar com um chute e o catarinense respondeu com um direto. Cigano surpreendeu o rival com dois socos, que obrigaram o adversário a caminhar para trás. Ciryl mostrou perigo com um chute alto, mas o ex-campeão seguia caminhando para frente. O francês voltou a assustar Júnior com um chute alto e uma combinação de chutes na perna esquerda do catarinense. No minuto final, Ciryl continuava mantendo Cigano distante com chutes, mas o brasileiro conectou dois cruzados de direita e não havia mais tempo.

Na segunda etapa, o francês seguiu apostando nos chutes. Cigano permanecia com a mão direita engatilhada, esperando o melhor momento para soltar um golpe. Passados dois minutos, Gane buscou o clinch, mas Júnior conseguiu se desvencilhar. Os chutes de Gane pareciam incomodar o brasileiro. Próximo à metade do round, o francês conectou um jab em cheio no rosto do brasileiro, que se abalou. Na sequência, Ciryl partiu para cima e fez com que o ex-campeão desabasse. Após uma combinação de socos, o árbitro interrompeu o confronto.

Resultados do UFC 256

CARD PRINCIPAL

Peso mosca: Deiveson Figueiredo e Brandon Moreno empataram na decisão majoritária dos juízes (47-46, 47-47, 47) – Luta pelo cinturão

Peso leve: Charles do Bronx derrotou Tony Ferguson na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-26, 30-26)

Peso palha: Mackenzie Dern derrotou Virna Jandiroba na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso médio: Kevin Holland derrotou Ronaldo Jacaré por nocaute a 1m45s do R1

Peso pesado: Ciryl Gane derrotou Junior Cigano por nocaute técnico a 2m34s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Cub Swanson derrotou Daniel Pineda por nocaute a 1m52s do R2

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Renato Moicano por nocaute a 4m05s do R1

Peso pena: Gavin Tucker derrotou Billy Quarantillo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Tecia Torres derrotou Sam Hughes por nocaute técnico (interrupção médica) a 5m do R1

Peso pena: Chase Hooper finalizou Peter Barrett com uma chave de calcanhar a 3m02s do R3

 

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments