Brandon Moreno ironiza problemas médicos de Deiveson antes do UFC 256: 'São desculpas' | SUPER LUTAS

Brandon Moreno ironiza problemas médicos de Deiveson antes do UFC 256: ‘São desculpas’

Protagonista no último sábado junto ao brasileiro, mexicano critica fala do campeão após empate em Las Vegas

B. Moreno (dir.) e D. Figueiredo (esq.) fizeram uma das melhores lutas em 2020. Foto: Reprodução/Instagram

A fala de Deiveson Figueiredo após o empate no UFC 256 parece não ter agradado Brandon Moreno. Depois de revelar que passou a madrugada anterior à luta no hospital, o brasileiro acabou criticado pelo rival, que encarou a informação como ‘desculpas’ do campeão do peso mosca (até 56,7kg.).

Veja Também

“São apenas desculpas. Para ser sincero, é muito normal. Não é engraçado, mas é normal. Eu tive duas lutas na companhia e eu me senti muito doente e fui lutar. Não disso nada na hora, porque são desculpas. Dana White não precisou ir ao meu quarto, colocar uma arma na minha cabeça e dizer: ‘você tem que lutar’. Não. É a minha responsabilidade. Se ele estava mal e não se sentia bem, por que aceitar a luta?”, disse o mexicano, em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Ainda sobre o brasileiro, que revelou ter passado por uma infecção intestinal horas antes de sua defesa pelo título, Brandon afirmou que também teve problemas. O atleta afirmou que sentiu uma lesão no braço dos minutos finais do duelo, o que, caso confirmado, poderia ter sido um dos fatores determinantes para o resultado.

“Eu entendo, ele estava lá (no hospital). Ele estava na luta principal, tinha uma responsabilidade com a companhia, mas, no fim do dia, é nosso problema. EU poderia arranjar desculpas também, com meu braço. Para ser sincero, meu braço esquerdo estava destruído no quinto round. Eu tentei seguir em frente, mas eu não podia usá-lo no quinto round. Está tudo bem. Eu perdi aquele round. Se eu perdi aquela noite, tudo bem por mim”, finalizou.

No UFC 256, Deiveson e Moreno conseguiram promover uma das melhores lutas de 2020. Imediatamente após a disputa de cinturão, o presidente da companhia, Dana White, confirmou que a revanche entre eles acontecerá em 2021. O ‘chefão’, no entanto, garantiu que os combatentes terão o tempo que julgarem necessário para descansar, já que fizeram duas lutas pela organização em 20 dias.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments