Ferguson se manifesta após derrota para Do Bronx e manda recado a críticos: 'Longe de me aposentar' | SUPER LUTAS

Ferguson se manifesta após derrota para Do Bronx e manda recado a críticos: ‘Longe de me aposentar’

Depois de amargar sua segunda derrota consecutiva em 2020, norte-americano faz reflexão sobre momento e garante seguir ativo no MMA

Charles venceu Ferguson no UFC 256. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos protagonistas do UFC 256, realizado no último sábado (12), Tony Ferguson se manifestou após a dura derrota sofrida para Charles do Bronx, na luta co-principal. Dominado pelo brasileiro por 15 minutos, o norte-americano usou as redes sociais para refletir sobre o mau momento e mandou um recado especial aos críticos.

Veja Também

“Não tem desculpa. Me senti liso. Eu tentei atacar, ao invés de me defender. O aquecimento nos bastidores não tem sido o mesmo de antes da Covid-19. Mesmo assim, sem desculpas. O tempo muda, assim como as pessoas. Os momentos no hotel do UFC Apex (local onde têm sido realizadas as lutas do Ultimate nos Estados Unidos) são mais condensados e o nível de agressividade que precisávamos não foi alcançado. A culpa é minha”, escreveu o lutador, em sua conta no Instagram.

Ferguson também atualizou sobre a condição de seu braço. Nos segundos finais do primeiro round, Charles conseguiu encaixar uma chave de braço justa, que, por pouco, não quebrou o braço do norte-americano. Mostrando uma resistência impressionante, Tony se recusou a bater em desistência e acabou salvo pelo gongo.

“Está tudo bem com meu braço. A chave estava realmente apertada. Meu filho e minha capacidade de ignorar a dor me fizeram passar por isso. Respiração e dureza mental”, revelou.

Por fim, o ‘Bicho Papão’ mandou um recado aos críticos. Com duas derrotas consecutivas, depois de passar 12 lutas sem saber o que é perder, Ferguson afasta qualquer possibilidade de aposentadoria. Aos 36 anos, o norte-americano garante que seguirá no esporte e seguirá o sonho de conquistar o cinturão linear no peso leve (até 70,3kg.).

“Sou grato pelos meus talentos. Eu aprendi muito sobre mim mesmo neste ano e o sobre meus objetivos de vida. Minha busca pela ‘grandeza’ não acabou. Entendam, nós estamos muito longe de nos aposentar. Então, essa mensagem é para os críticos”, finalizou.

Após a derrota para Do Bronx, Tony acabou perdendo a terceira posição no ranking da divisão. Uma posição abaixo, o norte-americano, agora, é o quarto colocado.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments